A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/03/2010 17:16

Corumbá: prefeitura embarga construção de 1,2 mil casas

Redação

A Prefeitura Municipal de Corumbá decidiu embargar a construção de 1,2 mil casas populares pela Secretaria Estadual de Habitação no município, localizado a 426 quilômetros da Capital. Considerada uma das cinco obras emblemáticas do Governo do Estado, o empreendimento terá investimento de R$ 25 milhões.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Integrado alegou que a secretaria não entregou a matrícula do terreno, para comprovar a posse da área, e o projeto de construção das casas.

"Estão construindo em uma área da qual não tem a comprovação de propriedade, ou seja, da qual não são donos", afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento Integrado, Haroldo Cavassa. Ele destacou que o Governo prometeu enviar a documentação em 15 dias. A obra só poderá ser liberada após a análise da documentação.

O secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Ricardo Ametlla, voltou a abordar a polêmica do projeto estar sendo executado sem a participação da prefeitura. Ele disse que a área, que chegou a se destinado para o núcleo industrial, "é imprópria para habitação, ferindo o plano diretor local". A área é considerada industrial desde 1972.

O embargo é mais um ponto na polêmica envolvendo a área, que foi retomada pelo governador André Puccinelli (PMDB) para a construção das residências. Ele destacou que o projeto visa reduzir o déficit habitacional na cidade e está sendo realizado sem a participação do município e do Governo federal.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions