A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/08/2012 19:35

Curso de Direito da UFMS obtém a melhor média de aprovação no exame da OAB no MS

Nyelder Rodrigues

Mato Grosso do Sul teve índice de 13,2% de aprovação. A OAB-MS acredita que baixo índice é culpa do baixo nível do ensino básico

Mato Grosso do Sul obteve índice de 13,2% de aprovação no 7º Exame de Ordem Unificado da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Foram, 2.413 inscritos e 319 aprovados no Estado. No Brasil todo, 109.649 pessoas realizaram a prova, sendo que 16.419 foram aprovados, atingindo índice de 14,97%.

Os cursos de Direito da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) em Campo Grande e UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) são os que conseguiram os melhores índices de aprovação.

A UFMS obteve a aprovação de 41,54% dos candidatos, enquanto a UFGD alcançou o índice de 31,82%. Já o curso de Direito da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Dourados conseguiu aprovar 25% dos candidatos, enquanto a UFMS de Três Lagoas conseguiu chegar ao índice de 22,95%.

Motivos - Para o presidente da OAB-MS, Leonardo Avelino Duarte, os números podem ser comparados ao do Enem, que também indicam baixos índices, o que acaba expondo problemas no ensino básico. Conforme Leonardo Duarte, grande parte dos estudantes chegam ao Ensino Superior despreparados, por causa do baixo nível do ensino básico.

“Muitas vezes o estudante não sabe interpretar um texto. Além disso, com a difusão dos cursos de Direito, a qualidade também caiu nas universidades”, declarou Leonardo através da assessoria de imprensa da OAB-MS.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


Bom, na minha humilde opinião um diploma universitario não serve para nada se não serve para exercer a profissão. Prova da OAB não deveria existir (nunca vi em outro pais), mas em contrapartido o MEC deveria fechar faculdade que não oferece nivel final adequado. E a mesma coisa que ter "ingles"constando na hist. escolar e não saber falar uma palavra sequer. O diploma então é atestado de o que?
 
Marcos da Silva em 16/08/2012 10:59:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions