A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/06/2009 11:24

Da Deam, policial que matou colega atuará na Derf

Redação

O policial civil Cleideval Antônio Vasques Bueno irá trabalhar na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). Autor confesso do assassinato da também policial civil Elaine Yamazaki, 35 anos, ele será remanejado da Deam (Delegacia Especializada de Atendimeto à Mulher) onde os dois atuavam à época do crime.

Vasques, como é conhecido, conseguiu habeas corpus dia 8 de junho, data em que foi colocado em liberdade. Ainda não ficou definido quando o policial começa o trabalho. Ssegundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o prazo é de cinco dias a contar a partir da publicação em Diário Oficial.

Cleidival Vasques confessou que matou Elaine, mas disse que o tiro foi acidental e que fugiu porque ficou desesperado. A vítima foi encontrada morta dentro do carro dela pela manhã de 13 de março.

As investigações feitas pela Polícia Civil indicavam que os dois mantinham um relacionamento amoroso. O próprio policial confirmou a versão à Polícia. Vasques frequentava a casa da família de Elaine há cerca de um ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions