A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/09/2009 17:48

Depen nega que Beira-Mar tenha comandado invasão

Redação

O diretor do Depen (Departamento Nacional do Sistema Penitenciário), Wilson Sales Damázio, nega que o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, possa ter comandado a invasão do Morro do Juramento, em Vicente Carvalho, no Rio de Janeiro, onde a guerra entre traficantes provocou três mortes. Ele explica que na penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande Beira-Mar não recebe visita íntima porque a mulher está presa e, sempre que necessário, as conversas com advogados, no parlatório são monitoradas por ordem judicial.

Matéria veiculada pelo Jornal do Brasil online indica que desde quando saiu do RDD (Regime Disciplinar Diferenciado), Beira-Mar passou a receber visita íntima de mulheres, que passaram a transmitir informações para seus aliados, dentre eles Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, que comanda o Complexo do Alemão de dentro do presídio de Catanduvas (PR). Damázio afirma que as regras do presídio só permitem que a esposa ou a convivente comprovadamente em união estável podem fazer tais visitas.

Outra justificativa do diretor é que Marcinho VP está em RDD, portanto, tem uma série de restrições, entre elas a de ficar sozinho com a mulher ou companheira.

No sábado, traficantes da Vila Cruzeiro, na Penha invadiram o morro do Juramento e tomaram parte das bocas-de-fumo. Estaria nos planos do bando, ocupar, ainda este ano, morros do Urubu, em Pilares, e da Mineira, no Catumbi.

Ainda de acordo com a reportagem, dentre os refugiados do Comando Vermelho que estariam no complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, está Marcelo da Silva Leandro, o Marcelinho Niterói, apontado como homem-forte de Beira-Mar.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions