A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/05/2016 12:52

Deputado defende posse provisória de imóveis do Minha Casa Minha Vida

Michel Faustino
Reunião da Subcomissão Permanente de Habitação da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Federal. (Foto: Divulgação)Reunião da Subcomissão Permanente de Habitação da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Federal. (Foto: Divulgação)

O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) apresentou, na última semana, projeto de lei que autoriza agentes financeiros a conceder a posse provisória dos imóveis residenciais urbanos e rurais do Programa Minha Casa, Minha Vida. A medida deve ser tomada depois que a construtora emitir o termo de conclusão da obra.

Conforme a proposta que entrou na pauta da Subcomissão Permanente de Habitação da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Federal, na terça-feira (24), a posse será concedida somente em alguns casos específicos: quando o ente público deixar de fornecer, em prazo razoável e sem motivo aparente, informações ou certidões necessárias para a transferência e registro; quando não houver a implantação de elementos da infraestrutura básica, desde que estejam garantidas as condições de habitabilidade e essa infraestrutura não for de responsabilidade da construtora.

O deputado Carlos Marun ressaltou que ocorrem problemas sérios entre a finalização das obras das edificações e o recebimento pelos beneficiários. Marun lembra que, conforme as moradias são concluídas, elas ficam sujeitas a invasões e depredações.

“Isso ocorre à revelia do construtor, pois, em geral, sua responsabilidade se concentra em zelar pelas construções durante o prazo de execução das obras e se encerra com a entrega das unidades produzidas ao agente financeiro”, disse.

O deputado assinala que a intenção do projeto é "favorecer o adquirente da unidade habitacional, apressando a ocupação da moradia, desde que preenchidos os requisitos estabelecidos no projeto de lei".

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, aguarda parecer do deputado Marcos Abrão (PPS-GO). Se for aprovado na Comissão de Desenvolvimento Urbano, a proposta será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions