A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/10/2009 21:37

Discursos lembraram dificuldades em construir rodoviária

Redação

O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e o governador André Puccinelli (PMDB) lembraram nesta noite da trajetória ate a inauguraçao da nova rodoviaria de Campo Grande.

Nelsinho voltou no tempo, lembrando que no início dos anos 70, quando Campo Grande tinha 135 mil habitantes, a concentração de ônibus intermunicipais ocorria na esquina das avenidas Calógeras e Mato Grosso, em frente ao Hotel Gaspar.

Na época o local era adequado, só que com o tempo foi preciso um local maior e em 1974 o empresário Heitor Eduardo Laburu investiu na estação rodoviária central.

Com a implantação do Estado de Mato Grosso do Sul, quase no fim da década de 70, a população passou a crescer em ritmo mais acelerado e com isso ocorreu a deteriorização do prédio.

Ao publico presente, Nelsinho lembrou que em 2007, em parceria com o governo do Estado, a prefeitura garantiu a doação da área onde hoje foi inaugurada a nova rodoviária. "Para isso foi firmado compromisso de que até 2011 o novo local estaria pronto, só que agora, ele foi entregue com mais de um ano de antecedência", comemorou.

Artes - Ainda conforme Nelsinho, a obra inacabada no Cabreuva, um dos projetos abandonados ao longo das tentativas de construir a nova rodoviaria, será transformada num centro de belas artes com teatro para 450 lugares, auditório e restaurante.

"Isso sem desmanchar um milímetro do que já está lá. A Capital contará com duas obras: a nova rodoviária e um espaço de lazer".

Nelsinho frisou que no novo prédio da rodoviária há 9 mil metros de mata nativa. Ele reforçou que a meta futura é expandir plataformas para o lado sul, sem comprometer a mata.

"A expectativa para este momento foi tão grande, que tudo tinha que ser feito com excelência", destacou o peemedebista.

Polêmica - Em seu discurso, o governador André Puccinelli comentou que a instalação do novo terminal rodoviário foi polêmico, mas feito com base em pesquisa.

Aproveitou a ocasião para elogiar a atuação de Nelsinho e com os olhos cheios de lágrima finalizou o pronunciamento citando um trecho do Hino de Campo Grande: "A cidade onde todos vivemos, aprendamos fieis defender, nosso afeto a ela sagremos e felizes assim hemos ser".

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions