A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/11/2014 15:36

Dobra número de casos suspeitos e Chikungunya chega ao interior de MS

Lidiane Kober

O número de casos suspeitos de Febre Chikungunya dobrou e a doença chegou ao interior de Mato Grosso do Sul. Conforme boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde), divulgado nesta terça-feira (4), as notificações aumentaram de seis para 12.

Em Campo Grande, foram registradas as primeiras ocorrências. Inicialmente, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) trabalhava com seis casos suspeitos. O número se elevou para 10. Do total, um foi confirmado, dois descartados e sete estão em investigação, segundo a SES.

As primeiras notificações no interior foram registradas em Três Lagoas e São Gabriel do Oeste, com uma suspeita em cada cidade. As análises foram colhidas e aguardam resposta de laboratório do Pará, único no Brasil que realiza o exame.

A doença preocupa pelo fato de o mosquito transmissor ser o mesmo da dengue e, de acordo com Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypiti, realizado em outubro, dos 82 bairros de Campo Grande, 26 tem risco médio de infestação.

A Febre Chikungunya causa os mesmos sintomas da dengue: febre de 39 graus, dores musculares, dor de cabeça e vômitos. No entanto, ao contrário da primeira, que o sul-mato-grossense está acostumado, os sintomas podem persistir por mais de um ano.

Dobra número de casos suspeitos e Chikungunya chega ao interior de MS


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions