A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/08/2008 12:44

Douradenses atuavam na máfia dos caminhões-tanques

Redação

A máfia que usava compartimentos falsos nos caminhões permitindo fraude na entrega de óleo vegetal tinha participação de pessoas de Dourados.

O delegado Gilberto Alves Pereira afirmou ao site Dourados Agora que pelo menos três pessoas são suspeitas naquela cidade e duas já foram ouvidas. Dos suspeitos, pelo menos dois são caminhoneiros. Os nomes não foram revelados.

A fraude acontecia no meio do trajeto, após os caminhões deixarem as empresas abastecedoras de Dourados. No caso das fraudes feitas pelos douradenses, os compartimentos estavam cheios de água e eram abertos através de um sistema de alavancas, para adulteração. 

As investigações começaram no último dia 10. Um caminhoneiro douradense teria sido flagrado com um fundo falso na carreta Scânia ao chegar em Paranaguá para a entrega do produto, que saiu de Dourados. O acusado fugiu, deixando a carreta após notar que o crime havia sido percebido.

A desconfiança em torno da entrega contou ainda com o descuido de um caminhoneiro douradense que estava com um fundo falso e se esqueceu de acionar a alavanca que abriria o compartimento com água. O resultado foi uma diferença de 3,5 mil litros.

Conforme o site Dourados News, a máfia comete o mesmo crime com gasolina, álcool e diesel, mas em vez da mistura com água, eles adulteram o produto com solventes.

Os caminhoneiros poderão ser indiciados por furto, formação de quadrilha e fraude.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions