A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

14/10/2018 14:07

Ejetada de carro destruído por carreta, passageira sofre múltiplas lesões

Leandro Roberts da Silva Santos, 32, dirigia o carro e morreu no local do acidente

Bruna Pasche
Taciane foi ejetada do veículo e sofreu múltiplas lesões. (Foto: Paulo Francis).Taciane foi ejetada do veículo e sofreu múltiplas lesões. (Foto: Paulo Francis).

Taciane Elvira Peralta, 31 anos, passageira ejetada do veículo Parati, que invadiu a pista contrária e atingiu uma carreta Scania, a cerca de 8 km do Centro de Campo Grande, na BR-60, na manhã deste domingo (14), sofreu várias lesões e passa por avaliação médica na Santa Casa. Leandro Roberts da Silva Santos, 32, dirigia o carro e morreu no local do acidente.

Conforme informações do hospital, Taciane sofreu uma fratura na costela e na bacia, além de uma lesão no fígado. Ela passa por um procedimento bucomaxilofacial devido a um trauma na face. Já foi avaliada pela ortopedia, cirurgia torácica, geral e neurocirurgia e está no pronto-socorro em atendimento de urgência e emergência.

A Parati ficou completamente destruída, seguia pela rodovia em direção à Capital. Na pista contrária, a carreta levava adubo para uma lavoura em Sidrolândia. O motorista morreu na hora, com a colisão, e Taciane foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa.

Condutor da Scania, Valdemar Melo, 50, afirma que dirige há 25 anos. Conforme explicou, viu a Parati invadir a pista, mas não teve tempo de desviar. No solo é possível ver marcas de pneu, da tentativa de desvio. Valdemar ficou com o olho machucado e relatou sentir dores no corpo.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal, que organiza o trânsito no local, o condutor e a passageira da Parati vinham de uma chácara. A perícia compareceu ao acidente e no momento, o trânsito funciona pelo sistema de pare e siga, com auxílio de equipes da PRF.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions