A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/02/2014 08:39

Em 2013, Estado registrou 546 ataques de animais peçonhentos

Viviane Oliveira
Flávia mostra os quatro tipos de escorpião mais encontrados no Estado.  (Foto: Cleber Gellio)Flávia mostra os quatro tipos de escorpião mais encontrados no Estado. (Foto: Cleber Gellio)

No ano passado, Mato Grosso do Sul registrou 546 ataques de animais peçonhentos contra humanos. O número é 15,8% menor que em 2012, quando foram registrados 649 casos, mas ainda preocupam, apesar de nos 2 anos não ter sido registrado nenhuma morte, de acordo com o Civitox (Centro Integrado de Vigilância Toxicológica), em Campo Grande.

Conforme o órgão, em 2013 foram 272 casos com escorpiões, 117 com serpentes, 70 com aranhas e 97 com outros animais peçonhentos e venenosos. A quantidade de acidentes com esses animais aumenta nesta época do ano por conta do verão, entre outubro e março, tanto em área rural quanto urbana.

A farmacêutica Flávia Luiza de Almeida Lopes, uma das profissionais que compõe a equipe do Civitox, dá dicas dos cuidados que a população deve tomar para evitar ser picado ou mordido por animais peçonhentos. 

Dedetizar a casa periodicamente, fazer limpeza da caixa de gordura, caixa de energia elétrica, ar condicionado e manter terrenos e imóveis limpos. Também tampar ralos de pias, cozinhas e banheiros e no comércio os produtos devem ser devidamente estocados. Na hora do banho usar chinelos de dedos e no quarto do bebê usar tela de proteção no berço. Em área rural usar botas, pois as cobras picam do joelho para baixo.

A pessoa, também, não deve revirar diretamente com as mãos materiais de construção que estão estocados como madeiras, tijolos, pedregulhos. “Esses locais são propícios para alimentação e reprodução de animais peçonhentos”, diz Flávia.

As cobras peçonhentas mais encontradas no Estado são três: coral verdadeira, cascavel, jararaca. (Foto: Cleber Gellio)As cobras peçonhentas mais encontradas no Estado são três: coral verdadeira, cascavel, jararaca. (Foto: Cleber Gellio)

São quatro os tipos de escorpiões mais comuns no Estado: Titys serrulatus – escorpião amarelo e Titys bahiensis – de cor avermelhada. Os dois são os mais venenosos. No entanto, a pessoa não deve se apegar a cor, pois existe também o escorpião Confluens, que também é amarelado e o Bothriurus sp, de cor preta.

Na dúvida, a farmacêutica alerta que todo escorpião é venenoso e a pessoa picada deve procurar imediatamente uma unidade de saúde. Os idosos e crianças são mais sensíveis e a atenção deve ser redobrada. O mesmo procedimento deve ser tomado em casos de picadas de cobras, abelhas, marimbondos, aranhas. 

O que não fazer - Em casos de acidentes, a pessoa nunca deve ingerir medicamentos sem orientação médica, não jogar substância química no local, não dar bebida alcóolica ao acidentado e nem amarrar a área picada. Se possível, levar o animal para que seja identificado, assim a pessoa picada vai receber o tratamento específico.

O telefone do Civitox para orientação de como proceder em casos de picadas de animais peçonhentos e também de intoxicação é 0800 722 6001 ou no 3386-8655.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...


Minha casa é limpa, cuidada, bairro Itanhanga e acabei de achar um escorpião no quarto. Semana passada foi no banheiro. Não foram os primeiros. Dedetizar não adianta? Os terrenos em volta são poucos e bem cuidados, não sei como eles entram em casa. E só na ala dos quartos e banheiros. Na parte externa que é grande, muito jardim, madeiras, nunca apareceu.O pessoal da saude passa sempre aqui. Já vou dedetizar!!!.


 
sonia m s oliveira em 03/02/2014 15:13:18
é Tityus e não "Titys"
 
Bernardo Thaler em 03/02/2014 14:49:38
Não moro em Campo Grande mas penso que não haja veneno capaz de exterminar os escorpiões. Nem dedetização resolve. Sei que eles precisariam ser queimados para morrerem . Existe algum veneno capaz de acabar com eles? dizem que Campo Grande dorme em cima de um ninho enorme de escorpiões. Isso é verdade?
De qualquer maneira parabenizo pelas explicações pois todo mundo deve saber dessas ameaças.
 
Anna Lucchesi em 03/02/2014 12:04:26
AQUI NO RESIDENCIAL EUDES COSTA TEM VARIOS , APAT. TERREIO TEM UMA SENHORA QUE JA MATOU 15 E COLOCOU NO VIDRO , EU ACHEI NO APT. 3º ANDAR DENTRO DA PIA DE LAVAR ROSTO UM ESCORPIAO MEDIO, QDO FUI ESCOVAR OS DENTES, FOR 2 SAINDO DO RALO DO BANHEIRO, PIOR COLOCO QUIbOA TODOS OS SABADOS , AS CAIXAS DE GORDURAS E UMA VERGONHA, AVISTORIA DEVERIA IR NO PREDIO PARA VER A NOJEIRA.
 
IVONETTE CORREIA em 03/02/2014 11:11:04
DEVERIA IR NO JARDIM MORUMBI, RUA DO SUCRE - CONTINUAÇÃO, VASCO DA GAMA, TRAVESSA EMA.... POIS O QUE SÓ TEM É TERRENO BALDIO COM ESCORPIÕES E COBRAS, ( NA ULTIMA LIMPEZA QUE FIZ AO REDOR DA MINHA RESIDENCIA MATEI 2 COBRAS) TENHO 2 FILHOS PEQUENOS DE 1 ANO E 5 ANOS E TEMOS QUE CONVIVER COM O DESCASO DESTA PREFEITURA QUE NEM CASCALHO DE QUALIDADE ENVIA AO NOSSO BAIRRO. SAUDADES DAS ADMINISTRAÇÕES ANTERIORES !!!! SÓ IR NESTES ENDEREÇOS QUE IRÃO CONSTATAR O QUE RELATO AQUI.
 
Junior Camilo em 03/02/2014 10:25:01
aquí nos apto s em frente
ao aeroporto sao dezenas dos escorpioes amarelos fazem festas
 
marinez claudete v faria em 02/02/2014 15:29:43
Só uma sugestão pra correção da legenda da foto. O certo seria "As cobras (ou serpentes) peçonhentas mais encontradas no estado são: ......". Pois toda serpente é venenosa (possui glândulas que produzem veneno), mas só as peçonhentas conseguem inocular este veneno.
 
Wesley Nantes em 02/02/2014 10:37:35
a orientação foi maravilhosa.estão de parabéns.
 
MARCOS PAULO em 02/02/2014 09:33:33
Aqui na esquina da rua Pastor virgilio com Rua do Golfinho,na Vila Kellen,há um grande terreno,abandonado à mais de 20 anos forrado de mato e sujeira e tem por isso aparecido muitos escorpiões nas casas vizinha,a prefeitura esta semana veio aqui nesta rua e fez a manutenção da rua que é sem asfalto porém o terreno abandonado continuou horrivel e trazendo transtornos aos vizinhos moradores.
 
antonio Costa em 02/02/2014 09:05:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions