A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 28 de Maio de 2017

21/01/2011 10:53

Campo Grande criou 10 mil empregos no ano passado, segundo Caged

Marta Ferreira

Setor de serviços foi responsável por mais de 50% das contratações

O ano de 2010 teve a criação, em Campo Grande, de 10.542 postos de trabalho com carteira assinada, conforme os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

O setor que mais gerou empregos foi o de serviços, responsável por 54% das contratações do ano de 2010. O comércio contribuiu com 1.319 novos empregos, a indústria de transformação gerou 1.103 postos e a construção civil foi responsável por 846 novos oportunidades de trabalho.

A análise dos dados sobre a empregabilidade em Campo Grande é feita mensalmente pelo Observatório do Mercado de Trabalho, com base nos dados do Caged. A organização e divulgação são feitas por meio do informativo mensal, desde 2008 sob a responsabilidade do economista Áureo Torres, da Funsat (Fundação Social do Trabalho).

Conforme a avaliação feita, no ranking de empregos das capitais, Campo Grande registrou, ao longo de 2010, resultados mais expressivos do que muitas capitais como Porto Alegre, Salvador, Florianópolis, Rio de Janeiro e Brasília.

“A implantação do Observatório do Mercado de Trabalho contribuiu, sistematicamente, na formulação das ações que orientam o aprimoramento do sistema público de emprego e renda, a geração de intermediação de mão-de-obra dos trabalhadores formais e empreendedores autônomos, bem como a qualificação social e profissional com vistas ao mercado de trabalho de Campo Grande”, afirma Torres.

Segundo as informações divulgadas, a Funsat foi responsável por uma parte importante dessa movimentação em torno da criação de empregos, ao intermediar a mão-de-obra e Qualificação Social e Profissional.

Os números- Em 2010, foram atendidos pela Agência Municipal de Empregos 54.131 candidatos. Desse total, foram encaminhados 27.813 trabalhadores selecionados. A captação de vagas registrou 11.389 ofertas de vagas. Deste total, 9.481 candidatos receberam orientação profissional, sendo admitidos formalmente 3.097 trabalhadores.

Foram emitidas, também, 1.776 novas carteiras e o atendimento ao Seguro Desemprego registrou 2.149 solicitações.

“As atividades são executadas pela Agência Municipal de Empregos da Funsat, com diversas ações de intermediação de mão-de-obra, oferecendo ao trabalhador a orientação profissional com o objetivo de (re) colocação dos trabalhadores. Este serviço conta com uma equipe de técnicos que visa oferecer ao candidato (a) um atendimento psicossocial, feito por psicólogos, com palestras coletivas, entrevistas individuais com dicas que possam assegurar ao candidato uma boa entrevista, com maiores chances de colocação no mercado de trabalho”, destaca a presidente da Instituição, Luiza Ribeiro.

UEMS recebe até dia 2 inscrições para seleção de professor temporário
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) recebe até dia 2 de junho as inscrições para seleção de professor temporário de Língua Inglesa. ...
Exército abre vagas para engenheiros com salários de até R$ 6,7 mil
A Comissão de Obras do 3º Grupamento de Engenharia, abriu edital de Processo Seletivo para a contratação de pessoal por tempo determinado. O processo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions