A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

31/08/2012 18:28

Enersul vê intervenção como medida protecionista e diz que segue ritmo normal

Fabiano Arruda

A Enersul avaliou, por meio da assessoria de imprensa, nesta sexta-feira, que a intervenção na concessionária é uma medida protecionista da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para evitar que a empresa seja afetada pela crise financeira do Grupo Rede, do qual faz parte.

A concessionária vê como normal o fato da agência designar um interventor para vir ao Estado e analisar o andamento financeiro.

A Enersul, que atende 73 municípios e 845,3 mil unidades consumidoras em Mato Grosso do Sul, ainda garante que segue em ritmo normal de operação mesmo com a decisão.

A intervenção foi aprovada pela Aneel em sessão extraordinária nesta sexta na Enersul e outras sete empresas do Grupo Rede, que conta com nove concessionárias tem dívida estimada em R$ 5,6 bilhões. A da Enersul era de aproximadamente R$ 50 milhões, mas a empresa foi considerada adimplente pela Aneel no fim do mês de julho.

Com isso, a concessionária ficou autorizada para aplicar reajuste da tarifa em Mato Grosso do Sul, que varia de 2,47% a 2,92%, e estava aprovado desde 8 de abril, mas não havia entrado em prática por conta da dívida milionária.

No dia 13 de julho, a empresa emprestou R$ 50,3 milhões de dois bancos. O último balanço da empresa aponta lucro de R$ 151,8 milhões em 2011, contra 85,4 milhões em 2010. A receita operacional atingiu R$ 1,9 milhão.

Dívidas fazem Aneel intervir na Enersul e 7 empresas do Grupo Rede
A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, em sessão extraordinária nesta sexta-feira, a intervenção na Enersul, concessionária que aten...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


Nossa enersul dará a volta nesta questão.....vamos todos torcer .....
 
ALBERTO RAMOS em 31/08/2012 07:54:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions