A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

30/05/2009 08:50

Entidades reivindicam mais empregos durante ato público

Redação

O Comitê Popular e Sindical Contra a Crise e o Desemprego, que reúne quatro partidos políticos e várias entidades, está promovendo nesta manhã, no centro da Capital, ato público pelo aumento das oportunidades de emprego e melhores condições de trabalho.

A movimentação acontece na rua Barão do Rio Branco esquina com a 14 de Julho, desde as 9h. Com carro de som, faixas e panfletos, as entidades defendem basicamente cinco pontos: emprego, renda e redução da jornada de trabalho, sem redução de salários; transporte coletivo de qualidade na Capital, com o retorno dos cobradores; reforma agrária e demarcação de terras, valorização do trabalhador e dos serviços públicos e não criminalização dos movimentos sociais.

De acordo com Marco Antônio Oliva Monge, representante do Comitê, empresários estão utilizando a crise como desculpa para demitir trabalhadores da cadeia produtiva.

"Mas as demissões não atingem somente este setor, estão atingindo, inclusive, os pólos siderúrgicos, entre outros setores", comentou.

O comitê é formado por quatro partidos: PT, PC do B, PSTU e PDT, e diversas entidades trabalhistas, como a CUT e centrais sindicais;

Também estão presentes no ato público três lideranças indígenas da etnia Kaiowa-Guarani, entre elas um cacique da aldeia Laranjeira, em Rio Brilhante.

"A intenção é discutir com a população estes problemas na área do trabalho e do emprego", finalizou Marco Antônio, enfatizando que as entidades e partidos políticos também defendem a estatização da Vale, como estratégia no combate ao desemprego e pelo desenvolvimento econômico.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions