ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Ex-superintendente do Incra em MS é multado em R$ 15 mil pelo TCU

Flodoaldo Alves é alvo de ação sigilosa na Justiça sobre desvio de recursos

Por Ricardo Campos Jr. | 06/03/2018 10:54

O TCU (Tribunal de Contas da União) aplicou multa de R$ 15 mil ao ex-superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de Mato Grosso do Sul, Flodoaldo Alves de Alencar. A decisão foi publicada nesta terça-feira (6) no Diário Oficial da União.

Conforme o texto, a Justiça Federal em Naviraí emitiu uma liminar mandando a Corte Fiscal investigar Alencar por desvios de recursos públicos e verificar a adequada execução de política pública de reforma agrária no estado. Detalhes sobre essas irregularidades não foram informados, já que o processo corre em segredo.

O ex-superintendente tem 15 dias para comprovar ao Tesouro Nacional o recolhimento da quantia aos cofres públicos.

A mesma decisão autoriza o parcelamento da multa em até 36 vezes. Se Alencar optar em fazer o pagamento dessa forma, não poderá atrasar nenhuma das prestações, já que isso implicará no vencimento antecipado de todo o saldo devedor.

Se ele não cumprir a notificação, o TCU determina que o Incra desconte os valores na folha de pagamento do ex-superintendente, já que embora não seja mais dirigente, ainda pertence ao quadro de funcionários do órgão.

O Campo Grande News tentou conversar com Flodoaldo, mas o celular dele caiu na caixa de mensagens em todas as tentativas. Tampouco a equipe de reportagem conseguiu falar com o advogado que o representa, João Eduardo Bueno Netto Nascimento, pois o telefone do escritório dele caía na secretária eletrônica.