A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

26/06/2009 14:15

Falta de carregador deixa acadêmicos sem passe

Redação

Acadêmicos da unidade II da Anhanguera estão sem carregar o cartão do passe do estudante desde o início do ano, quando as aulas foram transferidas do prédio da Avenida Fernando Corrêa da Costa para a saída para São Paulo, em Campo Grande.

Na nova unidade não tem o equipamento usado para carregar o cartão e, por isso, os alunos ficaram sem o passe.

Acadêmico do primeiro semestre de fisioterapia, Neumar Danilo dos Santos Victoriano, 26 anos, afirma que tem gasto R$ 100,00 por mês com transporte.

Ele explica que a única alternativa é abastecer o cartão no prédio da Fernando Corrêa da Costa, porém, fica inviável.

"Para se deslocar gasta mais", completa o estudante.

Segundo a assessoria de imprensa da Assetur, empresa concessionária do transporte coletivo, a lei prevê a instalação do equipamento onde o aluno está matriculado.

Como a sede é na Avenida Fernando Corrêa da Costa e o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) consta neste endereço, a Assetur só pode colocar o equipamento neste prédio.

Já a assessoria de imprensa da universidade, informa que encaminhou à Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) dois ofícios nos quais solicita a instalação do posto de recarga do cartão eletrônico do passe do estudante.

A instituição espera que a situação se normalize em breve, uma vez que o presidente da agência, Rudel Espíndola Trindade Júnior, se comprometeu a agir pessoalmente para resolver o problema.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions