A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/12/2014 13:01

Falta de sinalização provocou capotagem na Vila Rica, diz condutora

Ricardo Campos Jr.
Veículos envolvidos em capotagem na tarde desta sexta-feira na Vila Rica (Foto: Marcelo Calazans)Veículos envolvidos em capotagem na tarde desta sexta-feira na Vila Rica (Foto: Marcelo Calazans)

Falta de sinalização é a causa apontada pela coordenadora pedagógica Irani Reis Lanzoni, 52 anos, para a colisão do carro dela com uma Nissan Frontier, no início da tarde desta sexta-feira (12), na Vila Rica. A mulher seguia pela Rua dos Índios e acabou invadindo a preferencial do outro veículo, que acabou capotando, no cruzamento com a Rua João de Oliveira Lima.

“Não tinha placa. Quando eu bati, achei que era o moço que estava errado”, afirma. A única placa de Pare fica do lado oposto do local por onde ela vinha. A sinalização horizontal estava apagada.

De acordo com a condutora, trata-se de um local que ela não costuma passar com freqüência. O acidente resultou apenas em danos materiais. “Eu havia acabado de sair de um restaurante. Eu estava bem devagar, estava na segunda e ia virar”, conta.

O motorista da caminhonete é o empresário Ronye Rigotti, 34 anos. O veículo parou de cabeça para baixo e ele conseguiu sair do automóvel sozinho. Segundo ele, com o impacto, foi jogado para o meio fio, provocando a capotagem. “O trânsito de Campo Grande é brincadeira”, afirma.

Como não houve feridos, o Juizado de Trânsito foi chamado para resolver a situação.

A falta de sinalização no cruzamento também é reclamação dos moradores da região. Professora Shirle Souza, 48 anos, diz que ela e os vizinhos já pediram instalação de quebra-molas, mas nenhuma providência foi tomada. “Essa rua é um absurdo”, diz. Os moradores, conforme a professora, estão se organizando para, em breve, fazer um abaixo assinado solicitando as melhorias para a região.

Condutor da caminhonete não teve ferimentos e conseguiu sair do veículo sozinho (Foto: Marcelo Calazans)Condutor da caminhonete não teve ferimentos e conseguiu sair do veículo sozinho (Foto: Marcelo Calazans)


Ue? Qual o problema? Ela não percebeu que tinha sinalização. Então sem sinalização, qual é a regra? Que o veiculo vindo da direita tem preferência. E de qual lado veio o Ranger? Do lado direito...
Ou seja, com, mas também sem um placa, a Irani (dona do Fit com indice de batida do lado direito) deveria ter parado, enquanto o Ranger (com sinal de batida do lado esquerdo) estava na preferência mesmo em cruzamento de vias equivalentes, não sinalizados.

E willian, eu não aprendei na autoescola de parar em todos os cantos sem sinalização. Aprendei que no caso de falta de sinalização devo diminuir a velocidade sim, mas preciso parar somente quando vem alguem da direita. Se não, vai ter muitas batidas na tras, que embora não sendo a culpa de quem parou, não contribuem para o fluidez do transito.
 
Marc em 12/12/2014 17:36:36
Falta de sinalização ou de atenção? A placa de pare tem o formato Octogonal(a única com esse formato) pelo motivo de que se tiver apenas uma placa em um cruzamento, como neste caso, ele é valida também para que a enxerga por trás. E na Auto Escola aprendemos que quando não há sinalização em um cruzamento o correto é parar e depois atravessar com atenção e não achar que está certo e sair capotando os outros carros.
 
Willian em 12/12/2014 14:30:52
Falta de sinalização ou de atenção? A placa de pare tem o formato Octogonal (a única com esse formato) pelo motivo de que se tiver apenas uma placa em um cruzamento, como neste caso, ele é valida tbm para que a enxerga por trás. E na Auto Escola aprendemos que quando não há sinalização em um cruzamento o correto é parar e depois atravessar com atenção e não achar que está certo e sair capotando os outros carros.
 
Willian em 12/12/2014 14:30:11
Infelizmente o trânsito de Campo Grande está cheio de "motoristas" tipo "eu achei"; então as escolas estão formando a geração eu acho, eu pensei que, o resto que se....estamos cheios de perigo do lado, na frente, atrás; engraçado que al diz"quando bati ACHEI que o moço rava errado; vou torcer pra la não achar um ônibus articulado pela frente, talvez não dê tempo para o eu acho, eu penso.
 
anderson roque martinez dos santos em 12/12/2014 13:59:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions