ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Famílias com caso de microcefalia terão prioridade no Minha, Casa Minha Vida

Por Fernanda Mathias | 15/07/2016 08:40

O DOU (Diário Oficial da União) de hoje, 15, traz portaria do Ministério das Cidades que muda as regras do programa Minha Casa, Minha Vida e inclui entre os beneficiários prioritários, quem possua membro da família, vivendo sob sua dependência, com microcefalia, devidamente comprovada com a apresentação de atestado médico.

Isso quando se enquadrar na faixa 1 que é destinada a quem tem renda familiar de até R$ 1,8 mil por mês. Em Mato Grosso do Sul, desde o dia 13 de abril até hoje (7), mais três casos de microcefalia foram confirmados pelo Ministério da Saúde, de acordo com informe semanal. Em todo o Estado são cinco confirmações, três em investigação e 14 casos descartados.

Em todo o país, até o dia 2 de julho, foram confirmados 1.656 casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivos de infecção congênita. Outros 3.130 casos suspeitos de microcefalia em todo o país permanecem em investigação pelo Ministério daSaúde e os estados.

Desde o início das investigações, em outubro do ano passado, 8.301 casos foram notificados ao Ministério da Saúde. Destes, 3.515 foram descartados por apresentarem exames normais, ou por apresentarem microcefalia ou malformações confirmadas por causa não infecciosas. Também foram descartados por não se enquadrarem na definição de caso.

Do início do ano passado até agora, foram notificados 22 casos de microcefalia em Mato Grosso do Sul. Até o dia 13 de abril deste ano havia dois casos de confirmação de microcefalia no Estado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário