A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/09/2009 21:50

Fim da agonia do Rio Taquari deve custar R$ 347 milhões

Redação

Com mais de 25 mil quilômetros quadrados de área degradada, cerca de 50% dos 50.296 quilômetros quadrados, a Bacia Hidrográfica do Rio Taquari precisa de investimentos de R$ 347 milhões.

Os recursos previstos pelo Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do Rio Taquari) representam em torno de US$ 191 milhões, o que quase equivale ao orçamento do tamanho do Programa Pantanal, que foi idealizado nos anos 90 para ser o maior programa ambiental do País, mas fracassou e acabou nem saindo do papel.

Apesar de inúmeros estudos, pesquisas e denúncias nos meios de comunicação por décadas, o rio, que é responsável por um terço do Pantanal sul-mato-grossense, conforme o deputado estadual Júnior Mochi (PMDB) e primeiro presidente do Cointa, continua agonizando.

A região, formada por 10 municípios, sofre os efeitos de uma erosão em ritmo acelerado. O processo de degradação que levaria centenas de anos ocorreu nas duas últimas décadas, principalmente, em decorrência da pecuária, explorada por produtores rurais de outros estados brasileiros, principalmente,de São Paulo, Paraná e Goiás, segundo o coordenador-técnico do Cointa, Nilo Peçanha Coelho Filho.

Basta

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions