A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/07/2013 14:30

Fósforo molhado "salvou" médico da fúria de paciente no São Julião

Evelyn Souza e Viviane Oliveira

Depois da tentativa de homicídio, o oftalmologista Eduardo de Lacerda Ferreira, 35 anos disse que pensa em deixar o hospital São Julião, onde trabalha há sete anos. “O susto foi muito grande. A única coisa que eu pensava era em sobrevivência. Se o fósforo não tivesse molhado de gasolina, ia queimar tudo”. O desabafo veio após o caso inusitado que aconteceu por volta das 18h dessa segunda-feira (15), na Capital.

O médico já havia terminado de atender os pacientes e estava na sala analisando alguns prontuários quando foi surpreendido por Eduardo Ferreira da Silva, de 37 anos, filho de um paciente.

“Ele invadiu a porta e me perguntou se eu me lembrava do que tinha feito com ele. Em seguida, jogou a gasolina e tentou riscar o fósforo, que não funcionou”, contou.

Hoje pela manhã, o oftalmologista não atendeu nenhum paciente. Está de folga e depois do susto, confessa que pensa em deixar o hospital e sair da cidade.

“Estou muito abalado. Ele jogou gasolina e eu não conseguia levantar porque o chão estava muito liso. Ficou na porta tentando riscar os fósforos. Até que eu consegui levantar e pedi ajuda”, conta a vítima, que teve os olhos atingidos pela gasolina e foi atendido por outro oftalmologista do hospital.

Questionado sobre o fato de ter consultado e provocado ferimentos e até mesmo câncer nos olhos do autor, o oftalmologista afirma que conhecia Eduardo Ferreira porque atendia o pai dele pelo menos três vezes ao ano. O médico relatou ainda que apesar de não ter nenhum prontuário do paciente, não se recorda se chegou a realizar algum procedimento em uma das vezes em que o autor acompanhou o pai no hospital.

Eduardo que tem o mesmo nome do médico, foi preso em flagrante logo após a tentativa de homicídio. Ele mora em Deodápolis e foi de taxi até o São Julião.

Ao Campo Grande News, o taxista Jeomar Gomes, 63 anos, relatou que em nenhum momento desconfiou da conduta do passageiro. "Eu vi que ele estava com uma sacola, mas jamais imaginei que fosse gasolina e que ele queria atear fogo no médico”, disse o trabalhador que cobrou R$ 350 reais pela corrida.

Ele diz ainda que conversou com o irmão do passageiro logo após o acontecido. "Ele me disse que além do médico de Campo Grande, ele quer matar um outro médico, de Dourados".

A garrafa pet dois litros, a caixa de fósforos, uma ficha de atendimento médico e a roupa do oftalmologista foram recolhidas pela Polícia. Uma faca que foi encontrada com o autor também foi apreendida.

Segundo familiares, Eduardo Ferreira da Silva sofre de depressão e se recusa a tomar medicamentos. A família também informou que desde dezembro o autor vem apresentando comportamentos estranhos, dizendo que a consulta com o médico oftalmologista acabou provocando um câncer nos olhos. 

Um advogado da família deve comparecer a delegacia nesta quarta-feira (17). Eduardo foi transferido na manhã de hoje para o Presídio de Segurança Máxima da Capital. 

Homem percorre 255 quilômetros para atear fogo em médico na Capital
Um homem de 37 anos foi preso na tarde de ontem (15) por tentar jogar gasolina para queimar um médico no hospital São Julião, no bairro Nova Lima, em...
Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


seu eu fosse policial;.. eu mandava os presos tocarem fogo nele(no maluco) com gasolina...olho por olho dente por dente. assim ele ia sentir a dor q ele ia causar.
 
sandra siute em 26/07/2013 15:51:36
É Andrea Moreira pelo jeito vc têm problemas com interpretação de texto, se vc ler a notícia verá que o criminoso não era paciente dele, e se vc se informar um pouco mais saberá que não é possível causar câncer nos olhos de um paciente, pois câncer é uma doença desenvolvida pelo paciente e não causada por procedimento médico. Dr Eduardo Lacerda é um médico extremamente humano, competente e atencioso. Falo com fundamentação, pois sou paciente dele. Pense melhor ao escrever qualquer comentário infeliz como este.
 
Gisele Abreu em 17/07/2013 19:24:25
É doutor a casa caiu....agora é hora de correr....um dia ele sai da cadeia, e louco já viu, não fica preso por tentativa....agora Doutor trabalhar certo e atender os paciente cuidadosamente......
 
ANDREA MOREIRA em 17/07/2013 10:14:36
Pelos comentários dos leitores defendendo o médico em questão, ele deve mesmo ser gente boa, o que seria exceção, pois a maior parte trata a população como cachorros. Só quem já precisou ser atendido em algum posto de saúde nesta capital sabe o descaso que esses profissionais demonstram.
 
Ricardo Grião em 17/07/2013 09:28:09
Sr. Moacir Cafaro, se não tem o que escrever é melhor poupar suas palavras. O Sr. Conhece o Dr.Eduardo de Lacerda Ferrreira???? De acordo com informações o Agressor nem paciente do Dr. era e sim o seu pai... Uma pessoa com distúrbios mentais e psicológicos que nem responde sobre sí.... Temos que ter senso sobre as nossas opiniões... Quem fala de mais dá bom dia á cavalo....!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Dudinha Lima em 17/07/2013 08:16:25
GENTE POR FAVOR ESSE CARA É DOENTE NÃO CRIMINOSO TODOS NÓS SABEMOS QUE O CÂNCER É UMA DOENÇA QUE MEDICO NENHUM PODE CAUSAR EM UMA PESSOA NÃO TEM COMO AGUEM TE CONTAMINAR COM CÂNCER O VOCÊ TEM PRE DISPOSIÇÃO A DESENVOLVER OU NÃO E TEM O FATOR IDADE QUE E UM AGRAVANTE VAMOS PEDIR A NOSSAS AUTORIDADES QUE O TRATE COM RESPEITO E NÃO COMO UM CRIMINOSO NOSSA SAÚDE PUBLICA JÁ NÃO ESTÁ TAO BOA E AINDA VÃO QUERER COLOCAR PACIENTES PSIQUIÁTRICOS NA CADEIA LUGAR DE DOENTES E NOS HOSPITAIS NÃO EM CADEIA!
EU DUVIDO SE ESTA AGRESSÃO FOSSE COM OUTRA PESSOA ELE ESTARIA PRESO
 
ELIAS DOMINGOS DA SILVA em 17/07/2013 07:55:59
Tudo indica que se trata de uma pessoa com sinais de desequilíbrio mental. Foi providencial não ter obtido êxito na sua tentativa de homicídio. Espera-se que a justiça aplique no mínimo a medida de segurança para manter o indivíduo afastado do convívio social para sua própria segurança e de terceiros.
 
Daniel Sanches em 17/07/2013 07:50:59
SEM QUERER SER DEFENSOR DE NINGUÉM, MAS ESTÃO CRUCIFICANDO ESSA PESSOA QUE FEZ ISSO SEM REALMENTE SABER O MOTIVO QUE O LEVOU A FAZER ISSO, APESAR DE NADA JUSTIFICAR A VIOLÊNCIA, QUEM DEPENDE DO SUS SABE QUE ALGUNS MÉDICOS TRATAM OS PACIENTES COMO VERDADEIROS ANIMAIS E COMO SE ESTIVESSEM FAZENDO FAVOR, APESAR DE SEREM PAGOS, INCLUSIVE POR TODOS QUE PAGAM IMPOSTOS. MAS COMO O AGRESSOR É UM PACIENTE E A VÍTIMA UM MÉDICO, RICO, TALVEZ DE FAMÍLIA INFLUENTE, ANTES DE INVESTIGAR JÁ ESTÃO TRATANDO O AGRESSOR COMO UM CRIMINOSO DE ALTA PERICULOSIDADE. PORQUE NÃO INVESTIGAM O QUE ESSE MÉDICO APRONTOU COM ESSE PACIENTE, CLARO QUE JAMAIS VÃO DIVULGAR O QUE REALMENTE ACONTECEU!!!!!!!! EU MESMO POR DIVERSAS VEZES JÁ TIVE VONTADE DE DAR UMAS PORRADAS EM MÉDICO DO SUS, E OLHA QUE NÃO TENHO PROBLEMA MENTAL!
 
Milton Martins em 17/07/2013 06:47:30
pelo visto ele nem paciente do medico é, ele só vinha acompanhar seu pai nas consultas,
pelo relato da família ele esta doente, mas a doença dele é psicológica, ele precisa de tratamento, se ele mesmo disse que ia matar outro medico em Dourados e porque a doença dele já esta em estado grave quem sabe pode até ser uma ''esquizofrenia''.
 
ana cristina da silva ramos em 16/07/2013 21:07:32
Absurdo ! E ainda tem gente que defende o maluco !
Imaginem o que vai acontecer quando os cubanitos llegarem a cá para hablar con la población en Castellano ?
 
Sandra Marins em 16/07/2013 20:58:39
O médico não fez nada com esse homem, quem foi operado foi o pai, ele que colocou na cabeça que estava ficando cego por ter contraído a doença do pai. Qualquer dúvida, antes de julgar o médico, procurem saber o histórico desse maluco em Deodápolis, Esse Eduardo Pereira é figura muito conhecida naquela cidade.
 
wilken barbosa em 16/07/2013 20:48:53
Senhor MOACIR CAFARO, tinham que levantar junto com isso a sua sanidade, pois NADA justifica uma tentativa de homicídio. Lamentável essa situação, e pessoas que parecem gostar da desgraça alheia!
Força Dr. Eduardo, Deus é mais!
 
Cristiane Almeida em 16/07/2013 20:46:39
Lamentável que fatos como esse ocorram, que desequilibrados criem fantasias e atentem contra a vida de pessoas de bem. Igualmente triste é observar como pessoas desinformadas, insatisfeita com sua realidade ou mal intencionadas, tendo a necessidade de expor suas frustrações, banalizem uma tentativa de homicídio. Para aqueles de mente sã é importante informar que o Dr. Eduardo faz consultas SOMENTE A PACIENTES DO SUS a 8 anos no São Julião. Produziu nos últimos 12 meses 1.362 consultas e 245 cirurgias. Recebe R$ 11,00 por consulta. Esse profissional especialista no tratamento de glaucoma, está pensando em deixar o SUS ou até a cidade. Não se trata de um ato irracional induzindo a redução da perspectiva de melhores condições de vida para muitas pessoas? Vemos assim? A resposta vale pra tudo.
 
amilton fernandes alvarenga em 16/07/2013 20:21:13
Graças a Deus não aconteceu nada de mais ... O Dú, é meu padrinho ... ele é uma boa pessoa, muito humilde ... Ele é muito capacitado, passou em uma das melhores faculdades de medicina do Brasil .. As pessoas nãos sabem e ficam falando coisa, tem que procurar saber antes de falar --'
 
Felipe Arantes em 16/07/2013 20:08:47
Dr Eduardo excelente pessoa trata todos com humanidade e respeito um profissional exemplar em oito anos nunca vi tratar mal algum de seus pacientes
 
Ivan Rocha em 16/07/2013 19:18:51
Dr.Eduardo de Lacerda Ferrreira é o Oftamologista da nossa família. Um médico excelente e competente, que sempre nos tratou com muita atenção o qual depositamos toda nossa confiança.
Graças a Deus, que este senhor devido a sua doença em um ato de desespero, não conseguiu ter sucesso neste plano maluco de vingança. Agora tem que pagar pelo que fez e depois procurar um psicólogo e quem sabe um oncologista para tratar de sua saúde.







 
José Ricardo Xisto Conde em 16/07/2013 17:09:30
TINHAM É QUE LEVANTAR O QUE O MÉDICO FEZ A UMA PESSOA QUE SE DISPÕE VIAJAR 250 KM DE TAXI PARA SE VINGAR, FALA AI DOUTOR, QUAL FOI O ERRINHO MÉDICO DESTA VEZ?
 
MOACIR CAFARO em 16/07/2013 16:36:02
MEU DEUS!!! QUE ABSURDOOO!!! FUI FUNCIONÁRIA DO DR. EDUARDO LACERDA E POSSO DIZER QUE SEMPRE FOI UM EXCELENTE PROFISSIONAL. ATENCIOSO, COMPETENTE, DEDICADO E MUITO CUIDADOSO COM SEUS PACIENTES... GRAÇAS Á DEUS NÃO ACONTECEU O PIOR... DEUS É PAI!!! ESSE MALUCO TEM QUE FICAR PRESO!!! QUE HORROR!!!
 
LAUSANE CRISTINA em 16/07/2013 15:29:38
Lamentável esta situação, este médico é uma excelente pessoa e nunca prejudicou ninguém, podem acreditar. Já o agressor tem problemas mentais e precisa ser tratado urgentemente. Com relação ao São Julião é um hospital excelente, tem uma estrutura fantástica e não merecia também passar por tal constrangimento.

Que DEUS abençoe a todos

abraços
 
pedro pereira parro em 16/07/2013 15:14:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions