A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/07/2008 10:51

Frigorífico e distribuidora de carne demitem 300 pessoas

Redação

A suspensão de abates em Mato Grosso do Sul afeta agora os trabalhadores de frigoríficos e distribuidoras de carne.

Hoje pela manhã, a River Alimentos demitiu 120 funcionários, enquanto outras duas distribuidoras, a Zacarias e a Comarella, optaram por férias coletivas.

Em Três Lagoas, o Frigorífico Margen também dispensou hoje 180 empregados, encerrando as atividades no município

O abate das matrizes há quatro anos, usado como medida para suprir o mercado após a crise da aftosa. Provocou hoje falta de carne para atender os mercados consumidores.

No Brasil, grandes produtores e frigoríficos deram prioridade ao mercado externo, e mantiveram índices positivos de exportação.

Já no mercado interno, os reflexos foram no aumento no preço da carne para o consumidor. A falta de abate para o mercado interno afetou diretamente as distribuidoras, responsáveis pelo fornecimento do produto a açougues e grandes varejistas (redes de supermercados).

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Campo Grande, Rinaldo de Souza Salomão, os trabalhadores estão apreensivos com esse quadro crítico que se apresenta no Estado.

No final de junho, a associação pediu intervenção dos governos federal e estadual para evitar que os frigoríficos suspendessem os abates e dessem férias coletivas em Mato Grosso do Sul.

A principal justificativa era o a tendência de aumento do o preço da carne ao consumidor, devido  a atitude dos empresários.

Desnecessário

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions