A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/10/2010 07:39

Frota cresce até 90% enquanto efetivo da Agetran diminui

Redação

O efetivo da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) que já foi de 33 homens em 2004 sofreu redução e hoje conta com apenas 30 agentes de trânsito.

No mesmo período, a frota de veículos em Campo Grande cresceu 38,41%, passando de 251.260 em agosto de 2005 para 347.792, conforme o último levantamento do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

Somente as motocicletas tiveram aumento de 90% na frota, passando de 45.965 veículos na Capital no ano de 2005 para 87.446 neste ano.

Chefe de serviços da Agetran, Carlos Guarini confirma que há necessidade de mais agentes em curto prazo. Ele avalia que o ideal para atender a uma cidade que tenha em média 800 mil habitantes seja um efetivo de 80 agentes de trânsito.

A escala de trabalho dos atuais agentes é divida por turno, com 12 responsáveis pela fiscalização nas ruas pela manhã, 14 à tarde e quatro no período noturno, explica o diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade.

Segundo ele, já foram escolhidos por meio de concurso público os novos agentes, mas a Prefeitura aguarda o término do período eleitoral para analisar a convocação. "Com a convocação de mais 30 e o apoio da Ciptran a gente vai ficar com um número bem adequado de agentes de trânsito", garante.

Para o motorista, o maior problema pe a falta na hora da orientação. "Agora mesmo com essa interdição na Mato Grosso, a gente vê os amarelinhos de vez enquando. Tem dias que o caos rola solto e não tem um agente", reclama a servidora pública Vanessa Cortissa.

Apoio - Rudel explica que a comparação com o número de agentes de trânsito de outras cidades do País fica comprometida porque em Campo Grande o efetivo conta com o apoio da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), que tem mais de cem policiais atuando no trânsito.

Conforme o diretor-presidente da Agetran, o trabalho dos dois grupos tem operações planejadas de forma conjunta. No dia-a-dia, a Ciptran se ocupa de fiscalizar as infrações de trânsito, com trabalho ostensivo.

Já a Agetran fica responsável por controlar o tráfego, verificando a sinalização, interdição de vias e afins. Apesar disso, o agente de trânsito não está impedido de aplicar multas. "Ele faz tudo ao mesmo tempo", resume Rudel Trindade.

"Se fosse só a Agetran, mas a Polícia de trânsito também precisa de mais gente. Esses dias bati o carro na Fernando Correa da Costa e ficamos mais de uma hora eesperando a perícia. Desistimos", conta o engenheiro civil Robson Freire.

Frota - Dados do Detran divulgados no mês passado e referentes a agosto de 2010 indicam que Campo Grande tem uma frota de 194.025 automóveis, contra 142.124 no mesmo mês de 2005, o que significa aumento de 51.901 veículos.

O número de caminhões registrados na Capital aumentou de 11.839 em 2005 para 14.991 veículos. As caminhonetes também tiveram aumento considerável, de 24.944 para 33.479 veículos trafegando nas ruas.

Foram registrados ainda aumento na quantidade de microônibus, de 567 para 726, ônibus, de 1.353 para 1.642, e camionetas, de 5.125 para 8.381, no mesmo

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions