A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/02/2010 15:05

Garçons terão disque-gorjeta para garantir o dinheiro

Redação

A partir da próxima semana, garçons e funcionários de bares, choperias, pizzarias, restaurantes e lanchonetes de Mato Grosso do Sul vão contar com um serviço de denúncias via internet para proteger a gorjeta. Em breve, eles também terão um disque-denúncia, a exemplo do que já acontece em São Paulo desde o último dia 18.

Os serviços estão sendo criados em Mato Grosso do Sul pelo Sinthorems (Sindicato dos Trabalhadores em Hotel, Bares e Restaurantes) e ajudará a proteger a gorjeta que poderia beneficiar cerca de 5000 funcionários, metade deles em Campo Grande.

Não existe uma lei que garanta esse direito aos garçons, mas algumas propostas tramitam no Congresso Nacional. A gorjeta, que geralmente corresponde a 10%, pode ser destinada totalmente a quem atendeu o cliente, ou repartido com os funcionários da copa e cozinha.

Mas, na prática, o que acontece na maioria dos casos é que o estabelecimento se apropria de parte ou de todo montante.

No caso em que há divisão do dinheiro entre os funcionários, são os garçons que ficam com a maior parcela.

"Em alguns lugares, o garçom fica com tudo; em outros, ele fica com a maior parte, de 8% a 6%, e o restante é dividido entre copa e cozinha. Isso, nos casos em que a casa respeita a lei e permite com que o garçom fique com o dinheiro", diz o presidente do sindicato, Hélio Amâncio.

Ele conta que as denúncias, que poderão ser feitas por garçons e clientes, serão encaminhadas ao Ministério Publico ou ao Procon, conforme o caso.

O novo site irá funcionar no endereço www.sinthorems.com.br

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions