A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/09/2011 11:51

Grito dos Excluídos encerra festa da Pátria pedindo o fim da violência

Edmir Conceição e Fabiano Arruda

Neste ano, em Mato Grosso do Sul, o enfoque foi pelo fim da violência e o extermínio de jovens

Integrantes do movimento Grito dos Excluídos na rua 14 de Julho após desfile da Independência. (Foto: João Garrigó)Integrantes do movimento Grito dos Excluídos na rua 14 de Julho após desfile da Independência. (Foto: João Garrigó)
Manifestante mostra camiseta com o tema do Grito em MS (Foto: João Garrigó)Manifestante mostra camiseta com o tema do Grito em MS (Foto: João Garrigó)

Cerca de 50 manifestantes participaram de concentração em frente ao palanque oficial do desfile cívico-militar na rua 14 de Julho no encerramento das comemorações do dia da Pátria. Foi a 17ª edição do Grito dos Excluídos, que neste ano pregou combate à corrupção e em defesa da justiça social.

O governador André Puccinelli, que no momento da manifestação dava entrevista atrás do palanque, disse que apóia o movimento, “é democrático” e legítimo. O governador disse que sempre defendeu ações de combate à corrupção e qualquer outra forma de crime.

Guido Nogueira, da CPJ (Comissão Pastoral da Juventude), disse que o movimento dos excluídos já está organizado nas redes sociais e toda manifestação é convocada pela internet. Neste ano, em Mato Grosso do Sul, o enfoque foi pelo fim da violência e o extermínio de jovens, que são vítimas do crime organizado, da pobreza, da falta de oportunidades e do trânsito.

O Grito do Excluídos surgiu em 1995, ligado à Campanha da Fraternidade daquele ano. Criado pelo Setor Pastoral Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a mobilização ganhou adesão de outras entidades e movimentos sociais aos longo dos anos.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Se toda a convocação do "movimento dos excluídos" conforme o representante da Comissão Pastoral da Juventude" é pela internet, os excluídos continuarão excluídos!
 
Celeida Maria Costa de Souza e Silva em 07/09/2011 10:36:00
como vai acabar com o extermínio de jovens, sendo que, os exterminadores são os própios jóvens. quem gospe para cima geralmente cai na própia cara.
 
jorge ferreira em 07/09/2011 07:49:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions