A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/08/2013 22:07

Idosos de MS terão faculdade especial em 2014

Vinícius Squinelo

Em Mato Grosso do Sul os idosos contarão, a partir do próximo ano, com a possibilidade de frequentar aulas regulares na Faculdade Aberta da Maturidade de MS, batizada de FAMA. A aula inaugural, que marcou o início dos trabalhos, foi realizada na tarde desta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa, por proposição do deputado estadual Junior Mochi (PMDB), que também coordena a Frente Parlamentar dos Direitos da Pessoa Idosa na Casa de Leis.

"É fundamental trabalharmos para melhorar a qualidade de vida dos nossos idosos, lembrando que podemos e devemos contribuir para uma nova concepção da velhice, sem preconceitos", afirmou o parlamentar.

A professora doutora Neila Barbosa Osório, coordenadora da Universidade da Maturidade (UMA) da Universidade Federal de Tocantins (UFT), falou sobre Os Desafios Contemporâneos da Maturidade. Neila é campo-grandense, mas reside em Palmas (TO) desde 2004. Cursou Serviço Social na antiga Faculdade Católica de Mato Grosso, atual Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Em 2002, concluiu doutorado em Ciências do Movimento Humano na Universidade Federal de Santa Maria (RS).

Mochi deu as boas-vindas aos participantes, reiterando que a Assembleia Legislativa é a "casa do povo e da cidadania". Para ele, com o aumento crescente da expectativa de vida, o desafio é o envelhecimento sadio da população.

Comunidade - Durante a solenidade, Zélia Pereira, de 82 anos, foi homenageada pelo presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, Jânio Macedo, pelos relevantes serviços prestados à comunidade do bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande.

Para doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo e diretora da FAMA, Maria Ângela Mirault, a faculdade será oportunidade de celebração da vida. "Dizemos que a FAMA é para pessoas entre 25 anos e a eternidade", brincou. A faculdade é privada, mas firmará parcerias.

Os cursos livres serão ministrados em módulos itinerantes, com aulas enfatizando: o olhar para si, o olhar para o outro, o olhar para o mundo, e o olhar para a vida que segue. Os participantes poderão optar por aulas diversas, de sociologia, antropologia, psicologia, finanças, empreendedorismo, qualidade de vida, entre outras. Haverá ainda atividades como saraus, clube de leitura e oficinas. "O mundo do além que nos aguarde porque ainda temos muito o que viver", disse Maria Ângela.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


DISCORDO DO NOBRE internauta Fernando Abreu, pois MENTE SÃ CORPO SÃO, antigo ditado e que vale até hoje, ou seja, tem muita gente com doença Psicológica, pois a falta de um atividade o deixa doente e com depressão. Estou com mais de 50 e tenho mentalidade de 30 e não vou parar de estudar e exercitar a mente, e conheço gente com mais de 85 e 95 anos com pela lucidez e inteligência intelectual de dar inveja, e outros com 30 ou 40 anos ou até menos com doenças cronicas, psicoligias e acima de tudo com doença na ALMA E FALTA DE JESUS NO CORAÇÃO. FAVOR PASSAR ENDEREÇO PARA SE INSCREVER NESTA FACULDADE
 
MATEUS COSTA em 14/08/2013 11:08:23
Não querendo criticar o comentário do Srº Fernando abreu, até pq concordo que um acompanhamento médico, principalmente para a terceira idade é importantíssimo, mas tbem dizer que esse trabalho de educação para os idosos é de grande importância para eles, até pq muitas doenças estão relacionadas á solidão, ou ao fato de após uma certa idade, muitas pessoas se sentirem excluídas da sociedade e sem o que fazer para passar o tempo, que no caso deles, é bem mais preocupante e monótoma que para os mais novos. Eu sei muito bem que o estudo faz com que as pessoas se sintam muito mais capazes e felizes, pois acredito que além desses idosos poderem se sentir assim, eles também terão a oportunidade de conviver com outras pessoas e se sentirem vivas e capazes de contribuir "ainda" para um mundo melhor
 
Nivaldo Silva em 14/08/2013 10:00:47
deveria se preocupar é com mais médicos para esses idosos ! isso sim , seria um bem estar para eles
 
fernando abreu em 14/08/2013 08:49:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions