A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/05/2010 15:11

Imasul suspende licenças para desmatamento em Miranda

Redação

O desmatamento das propriedades rurais localizadas na área indígena Cachoeirinha, em Miranda, está paralisado depois que o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) decidiu cassar as licenças ambientais expedidas para a atividade na região.

A recomendação foi feita pelo MPF (Ministério Público Federal) após constatar que a expedição de licenças ambientais por parte do Imasul era feita sem a comprovação da existência de área de reserva legal e de preservação permanente. Se não houver documento provando a preservação ambiental, poderá ser realizada diligência no local.

O Código Florestal determina que as florestas situadas em territórios indígenas precisam manter área de preservação permanente. Para realizar desmatamento total ou parcial de florestas de preservação permanente é necessária prévia autorização do Poder Executivo Federal, desde que o desmatamento seja para execução de obras, planos, atividades ou projetos de utilidade pública ou interesse social.

A Terra Indígena Cachoeirinha tem pouco mais de 36 mil hectares e ainda não foi demarcada. Atualmente, 7.000 índios da etnia terena dividem 2.660 hectares.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions