A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

18/06/2013 19:12

Indígena ainda com bala alojada embarca em avião para Brasília

Zemil Rocha e Evelyn de Souza
Até empilhadeira foi usada para elevar a maca e colocar o índio no avião (Foto: João Garrigó)Até empilhadeira foi usada para elevar a maca e colocar o índio no avião (Foto: João Garrigó)

O índio terena Joziel Gabriel, de 34 anos, foi transferido no começo desta noite da Santa Casa de Campo Grande e já está a caminho do hospital Sarah Kubitschek, em Brasília. O embarque aconteceu por volta de 19h00. Josiel foi ferido a tiro no dia 4 de junho na Fazenda São Sebastião, em Sidrolândia. A bala está alojada na coluna do terena e atingiu a sétima vértebra cervical e pode ficar paraplégico.

A ambulância saiu da Santa Casa e chegou na Base Aérea de Campo Grande por volta de 18h10. Vinte minutos depois, a maca em que estava o indígena foi colocado dentro de um avião da Força Aérea Brasileira, que veio de Brasília especialmente para fazer a transferência. O vôo até Brasília deve demorar uma hora.

Na ambulância chegou Josiel e o outro indígena que estava segurando uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Foi necessária uma empilhadeira para os bombeiros colocaram a maca com o corpo no avião. Os familiares não autorizaram a imprensa a fazer filmagens ou tirar fotos próximo da aeronave, um Legancy de transporte de passageiros “vip”, que foi adaptado. Fotos só puderam ser feitas de longe.

O avião Legancy pertence ao VC 99 do Grupo de Transporte Especial, da Força Aérea Brasileira, sediado em Brasília. “Foi instalado dentro do avião uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e dessa forma foi configurado como UTI aéreo”, informou o Capitão Garcez, da Força Aérea. “Para montar a UTI temos que tirar todos os bancos. Demora quatro horas para ser montada”, acrescentou.

O transporte estava programado para ontem, mas foi suspenso porque o avião que estava à disposição dos médicos não possuía oxigênio.

 

Transferência de índio para hospital Sarah Kubitschek será na tarde de hoje
A transferência do índio terena Joziel Gabriel, de 34 anos, da Santa Casa de Campo Grande para o hospital Sarah Kubitschek em Brasília será realizada...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Enquanto isso pessoas sofrendo em macas e,corredores dos hospitais públicos um tratamento desse......ah,.vou me cadastrar na Funai.
 
Ivanete Fontanive em 19/06/2013 20:14:25
Concordo plenamente com tudo que ja foi escrito pelos demais leitores desta materia, e digo mais: EITA INDIO DE SORTE, tratamento VIP!
ACORDA POVO BRASILEIRO!
 
MARLY CHAVES em 19/06/2013 19:18:29
DINHEIRO DE TROUXA É MATULA DE MALANDRO!!!!!! assim que o governo administra o dinheiro de quem trabalha pra manter essa corja de governantes ; pois como diz o TIRIRICA, é melhor ser palhaço com dignidade, que ser politico safado........................
 
Ado Filho em 19/06/2013 18:43:33
Enquanto isto, um pequeno agricultor doente sequer tem recursos para tomar um ônibus rumo à cidade para atendimento médico.
E se aqui chegar, enfrenta a fila e a falta de médicos e condições ideais.
 
Paulo Cruz em 19/06/2013 13:27:33
isso ai é o governo que só agi de forma errada, tentando consertar uma situação causada por sua própria omissão e descaso, depois do ocorrido, quer tentar demostrar que tem algum tipo de preocupação com a integração física desse coitado que servi somente de bode expiatório, aumentando mais ainda a nossa revolta, isso ai é puro sensacionalismo do governo, depois do leite quer tentar demostrar algum tipo de sensibilidade, chega de tanta demagogia.
 
fernando flavio em 19/06/2013 10:34:44
Isso é um absurdo, enquanto isso pessoas que precisam de atendimento estão morrendo a espera de médicos e vagas em hospitais, o que esse índio tem de diferente de nós?? Pago meus impostos como qualquer outro cidadão e não tenho essa regalia, se fosse outro cidadão nessa situação com certeza estaria no corredor da Santa Casa... Nessas horas tenho VERGONHA de ser brasileira........
 
TAUANA INFANTE em 19/06/2013 10:10:02
Imagine se todos tivessem o mesmo tratamento desse índio, não precisaria nem de plano de saúde.
 
CIDO SANTOS em 19/06/2013 09:42:09
PADRÃO FIFA. Quem paga imposto morre na fila dos corredores dos hospitais, nada contra os índios e nós? vamos pra rua galera, nada disso ta certo ou tem pra todos ou não tem jato pra ninguém. Querem politizar o fato pra chegar com um índio baleado em Brasilia e desviar o foco.
 
joao sampaio em 19/06/2013 09:21:33
Pegou mal a diferença de tratamento e o oportunismo em aparecer. Exijamos tratamento igualitário.
 
Adriano Magahães em 19/06/2013 09:07:22
Pura DEMAGOGIA do governo Petista, para dizer que se preocupa com a população indígena..... outros brasileiros independentemente de etnia, merecem o mesmo tratamento...
 
janes barros em 19/06/2013 08:57:04
Que bom seria se todo o povo de bem que pagam seus impostos tivesse um atendimento VIP desse!
 
Cleber Lima em 19/06/2013 07:55:24
Que bom seria se todo o povo de bem que pagam seus impostos tivesse um atendimento VIP desse!
 
Cleber Lima em 19/06/2013 07:55:23
Uma noticia como essa é muito auspiciosa, podemos inferir então que todos os pacientes vítimas de traumas de coluna poderão contar com esse serviço de remoção a jato para Brasília, to falando! o SUS é uma mãe mesmo e o povo ainda fica reclamando neh... Brasil, um pais de todos não é mesmo? Brincadeira um negocio desse, uma afronta aos brasileiros.
 
CLAUDIO MOREIRA em 19/06/2013 07:54:41
Só quero ver se quando um coitado qualquer, sendo atendido pelo SUS vai ser mandado para Brasilia em UTI, como foi esse índio.
 
lucila salum em 19/06/2013 00:13:56
Sem discriminação alguma, e outras pessoas que também necessitam deste tipo de socorro/assistência?
 
Wilson Ferreira em 18/06/2013 22:57:59
Eu cidadão brasileiro, pagador de impostos, gostaria de ter a disposição o mesmo tratamento, (se fosse necessário), mas infelizmente a nós, cabe apenas o posto de saúde e qdo muito a Sta casa (através do SUS); não temos direito a UTI aérea, e se quisermos desfrutar deste privilégio certamente teremos que arcar do nosso bolso (e não será barato)...
Pura demagogia, este ato governamental, pura politicagem... coisa baixa...
 
Eduardo Almeida em 18/06/2013 22:56:58
Aí que mora a diferença, tantos doentes também necessitando de um tratamento especial, mas com índio é diferente... este não ficou nos corredores dos hospitais.
Vamos cobrar tratamentos iguais para todos.
 
Carlos Magno em 18/06/2013 21:06:31
Nao estou dizendo que esse brasileiro nao mereça atendimento digno, mas trata-se de um invasor de terra que foi baleado em confronto com policiais e tem tratamento especial, enquanto a grande maioria da população aguarda atendimento nos corredores dos hospitais.
Por qual razão esse mesmo tratamento é proporcionado a todos nós?
Por qual razão foi deslocado um jato da força aérea foi modificado e veio a Campo Grande fazer o transporte?
Esse é o Brasil que temos que mudar a qualquer custo.
Alias, quem pagará o custo desse transporte.
 
Carlos Ferreira em 18/06/2013 20:41:32
Muito louvável a atitude do governo em levar o indígena até Brasilia.
Mas porque nao dar esse tratamento a TODOS os brasileiros, todos os policiais e os bombeiros, pedreiros, etc.
Me perdoem o governo só faz isso para tentar melhorar a sua imagem, porque se fosse competente de verdade esse pobre coitado nem mesmo estaria ferido. Pois essa guerra ja vem sendo avisado a muito tempo e o governo simplesmente nao faz nada!
 
Flavio Lucio em 18/06/2013 20:24:30
Uma pergunta !

Aqui na minha cidade tem e conheço outros casos de acidente, onde o paciente necessita e aguarda a muitos meses ou anos um tratamento como o Joziel, e ate o momento nada.

Sera que estas pessoas aqui não são humanos também.

Ao menos não estão sendo tratados como humano.
 
Marcio Margatto em 18/06/2013 20:09:53
isso é BRASIL... índio baleado e transferido para Brasília em avião da FAB para ser tratado em hospital de renome... será que o fazendeiro assassinado em Douradina seria transferido assim tbm ou no máximo iria para UTI de Dourados se tivesse alguma vaga... descobri o melhor plano de saúde agora é ser cadastrado na funai... isso é VERGONHOSO
 
gustavo passos em 18/06/2013 19:55:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions