A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

05/05/2017 09:45

Integrante de 'grupo ostentação' do tráfico é preso em Campo Grande

Viviane Oliveira
Gilberto e Pato posam para foto (Foto: divulgação/Polícia Judiciária de MT) Gilberto e Pato posam para foto (Foto: divulgação/Polícia Judiciária de MT)

Acusado de ser um dos chefes de uma quadrilha especializada em roubos a bancos, Marcus Vinícius Fraga Soares, conhecido como ‘Pato’, foi preso na manhã de ontem (4) em Campo Grande. Ele foi detido por uma equipe do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), durante a Operação 'Luxus' deflagrada em Mato Grosso, pela GCCO (Gerência de Combate ao Crime Organizado), da Polícia Judiciária Civil.

Suspeita de roubar pelo menos dez agências bancarias no Estado, a quadrilha liderada por Marcus Vinícius e Gilberto Silva Brasil, o ‘Beto’, faturou pelo menos R$ 5 milhões em seis meses, período em que a polícia passou a investigar o bando. Dos 17 envolvidos, 13 foram detidos pela equipe policial. Quatro ainda continuam foragidos. 

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Mato Grosso, a quadrilha passou a levantar suspeitas pela vida de luxo que ostentava nas redes sociais, com passeios de lancha, helicóptero e inúmeras viagens por praias do País. Nenhum dos suspeitos tinha atividade lícita que pudesse pagar pelo estilo que levavam, o que reforçou as investigações sobre a possibilidade dos roubos. 

Ainda conforme a polícia, os ladrões contavam com uma espécie de maleta capaz de desarmar alarmes ou equipamentos de fibra óptica. O material era utilizado tanto em Mato Grosso quanto em outros Estados, para onde o grupo também estendia sua atuação, como São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rondônia.

Durante a operação, foram apreendidos carros, como um Corolla e um Vera Cruz, e diversas ferramentas utilizadas nos roubos. Por onde passava, a quadrilha deixava um rastro de destruição nas instalações físicas das agências e a população sem os serviços bancários. De acordo com a assessoria de imprensa, Marcus não morava em Campo Grande. 

Sancionada lei que amplia licença paternidade para as Forças Armadas
O presidente da República em exercício, o ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli, sancionou hoje a lei que aumenta de cinco para 20 dias a...
Fies abre inscrições para vagas remanescentes
Estão abertas, a partir de hoje (24), as inscrições para as vagas que não foram preenchidas no processo seletivo regular do Fies (Fundo de Financiame...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions