A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/02/2016 15:27

A pedido do governo de MS, ministro mantém Força Nacional por mais 180 dias

Helio de Freitas, de Dourados
Força Nacional vai permanecer mais 180 dias em Mato Grosso do Sul (Foto: Roosewelt Pinheiro/ABR)Força Nacional vai permanecer mais 180 dias em Mato Grosso do Sul (Foto: Roosewelt Pinheiro/ABR)

A Força Nacional de Segurança Pública vai permanecer pelo menos mais 180 dias em Mato Grosso do Sul. A portaria prorrogando a presença do grupo nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e a Bolívia, assinada pelo ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, foi publicada nesta segunda-feira (1º) no Diário Oficial da União.

A prorrogação foi solicitada pela governadora em exercício Rose Modesto (PSDB) no dia 21 de janeiro deste ano. A permanência da tropa em Mato Grosso do Sul vem sendo prorrogada desde agosto do ano passado.

Coma publicação de hoje, a FNSP permanecerá no Estado até 1º de agosto deste ano “para atuação de forma complementar, em apoio às atividades da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, nas ações de preservação da ordem pública, especialmente na região de fronteira com o Paraguai e com a Bolívia, no combate ao tráfico e ao contrabando no Estado de Mato Grosso do Sul”.

Em Mato Grosso do Sul, a Força Nacional atua também em áreas de conflito entre índios e fazendeiros pela posse da terra, como acontece atualmente em Coronel Sapucaia e Juti.

Conforme o Ministério da Justiça, a operação terá o apoio logístico do governo estadual, que pelo acordo de cooperação técnica se compromete a dispor de infraestrutura necessária à instalação de base administrativa, bem como permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências, no âmbito da Segurança Pública, durante a vigência da portaria.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions