ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Advogado conhecido como “Doutor Canabbis” é baleado na fronteira

Sandro Sánchez é estudante de Medicina e defende tratamento com produtos à base de maconha

Por Helio de Freitas, de Dourados | 16/03/2022 14:33


O advogado Sandro Sánchez, conhecido como “Doutor Canabbis”, sofreu atentado a tiros na tarde desta quarta-feira, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia separada por uma rua de Ponta Porã (a 313 km de Campo Grande).

Ele foi baleado no peito, na porta de conveniência na área central da cidade. O pistoleiro chegou sozinho ao local e disparou pelo menos três tiros contra o advogado. Sandro foi socorrido a um hospital particular de Pedro Juan e seu estado é considerado gravíssimo.

Advogado e também jornalista, Sandro Sánchez é estudante de Medicina e defensor do tratamento com substâncias produzidas pela maconha. Por isso, ficou conhecido como “Doutor Canabbis”, em referência ao nome científico da maconha (Cannabis sativa).

Sandro em palestra sobre uso medicinal da maconha. (Foto: Divulgação)
Sandro em palestra sobre uso medicinal da maconha. (Foto: Divulgação)

Ele preside a Associação Paraguaia de Apoio à Cannabis Amambay. No dia 1º deste mês, Sandro denunciou que estava sendo “implacavelmente perseguido” pelo prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo, e por empresas do ramo farmacêutico, descontentes com a distribuição gratuita do óleo de cannabis para fins medicinais.

Por causa da pressão, ele anunciou que a entidade suspendeu temporariamente o atendimento e distribuição do óleo produzido a partir do extrato de maconha. O advogado chegou a afirmar que agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) teriam ido à sede da associação e o ameaçado caso o óleo continuasse a ser distribuído.

Advogado foi baleado na porta de conveniência, em Pedro Juan Caballero. (Foto: Direto das Ruas)
Advogado foi baleado na porta de conveniência, em Pedro Juan Caballero. (Foto: Direto das Ruas)


Nos siga no Google Notícias