A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

23/05/2019 14:49

Após denúncias, homem é preso por estuprar sobrinha de 9 anos

O suspeito confessou o crime e detalhou que estuprava a menina desde janeiro quase todas as noites

Geisy Garnes
Suspeito foi preso e confessou o crime (Foto: Divulgação)Suspeito foi preso e confessou o crime (Foto: Divulgação)

Um homem de 41 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (23) por estuprar a sobrinha de 9 anos, em Ribas do Rio Pardo – a cerca de 103 quilômetros de Campo Grande. O caso chegou ao Conselho Tutelar e a Polícia Civil da cidade depois que a menina parou de ir à escola e moradores resolveram denunciar a situação.

A denúncia foi feita inicialmente ao Conselho Tutelar, depois que a menina de apenas 9 anos parou de ir a escola. Ela e a mãe foram chamadas para prestar esclarecimento e em depoimento à criança contou que estava sendo abusada há vários meses pelo próprio tio.

A menina detalhou ainda que foi estuprada horas antes de ir ao prédio do Conselho, durante a madrugada, e a Polícia Civil foi imediatamente acionada para localizar o suspeito. O homem foi preso pelas equipes e levado para a Delegacia, onde confessou o crime e afirmou que mantinha relação sexual com a sobrinha desde janeiro deste ano.

Na delegacia, o homem contou que estuprava a menina quase todas as noite e que tirou a virgindade dela. Diante dos policiais alegou que foi “atentado pelo diabo” a cometer o crime e chegou a orar dentro da unidade para que deus o livrasse da prisão. Durante o exame de corpo de delito, ainda foram encontrados vestígios de sêmen na cueca do autor.

A mãe da menina também foi ouvida, negou saber do crime e afirmou que não desconfiou de nada por ser tio e sobrinha. Ainda assim, segundo o delegado Bruno Santacatharina, ela será investigada e pode responder por omissão, já que conforme apurado, a criança dormia na mesma cama que o suspeito todas as noites.

O autor foi indiciado por estupro de vulnerável em continuidade delitiva, já que foi abusou da vítima por várias vezes ao logo deste ano. O crime é hediondo e inafiançável, e o suspeito está preso e pode pegar mais de 20 anos de prisão, no regime fechado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions