A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/06/2016 11:54

Armamento pesado é encontrado na casa de envolvido em morte de Rafaat

Renata Volpe Haddad
Foram encontradas 100 cartuchos para rifle calibre 7,62, 30 balas de 9 milímetros correspondente ao tipo AK-47. (Foto: Amambay 570)Foram encontradas 100 cartuchos para rifle calibre 7,62, 30 balas de 9 milímetros correspondente ao tipo AK-47. (Foto: Amambay 570)

Armamento pesado foi apreendido na tarde de ontem (20) pela polícia do Paraguai, na casa de Artemio Giménez Aguilar, um dos suspeitos envolvidos na morte do empresário Jorge Rafaat na quarta-feira (15) e de outras três pessoas no domingo (19).

Segundo informações do site Amambay 570, foram encontradas 100 cartuchos para rifle calibre 7,62, 30 balas de 9 milímetros correspondente ao tipo AK-47, arma usada para derrubar avião, além de celulares e chips.

O tipo de munição encontrada na casa de Artemio também usado para matar Fabio Villalba Da Silva, brasileiro de 23 anos, e os paraguaios Esteban Benítez Espinoza, de 35 anos, e Nelson Benitez Espinoza, de 37 anos, que foram executados na Vila Guilhermina, enquanto jogavam vôlei.

Quando polícia prendeu Artemio, ele estava com a mulher Mirna Lorena Colman. Ele estava ferido e outros dois comparsas fugiram para Ponta Porã.

Ainda conforme o site, o suspeito tentou atacar uma das lojas de Rafaat, mas como acabou surpreendido pela polícia, encontrou os três homens no caminho e os matou. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions