ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Assassinos de jovem executado a tiros de fuzil se identificaram como policiais

Crime ocorreu na noite de ontem (31) na região central de Ponta Porã

Por Kerolyn Araújo | 01/06/2020 10:50
Bombeiros chegaram a ser acionados, mas vítima não resistiu e morreu no local. (Foto: Ponta Porã News)
Bombeiros chegaram a ser acionados, mas vítima não resistiu e morreu no local. (Foto: Ponta Porã News)


João Vitor Flores Duré, 25 anos, executado a tiros de fuzil e pistola na noite deste domingo (31) em Ponta Porã, cidade distante a 323 quilômetros de Campo Grande, foi morto por quatro homens encapuzados. Eles se identificaram como policiais no momento em que abordaram a vítima.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a namorada da vítima relatou à polícia que seguia com João em uma caminhonete Toyota Hilux pela Rua Tiradentes, na região central da cidade, quando pararam em uma conveniência para comprar bebidas.

Quando estavam retornando ao carro, o casal foi cercado por dois veículos, um Ford Ka e Fiesta. Quatro homens encapuzados desceram armados, se identificaram como policiais, mandaram João deitar no chão e a jovem entrar novamente no estabelecimento.

A vítima foi atingida por vários tiros pelo grupo. Antes de fugir, os bandidos roubaram o celular de João.

O Corpo de bombeiros chegou a ser acionado, mas João não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O caso foi registrado na 1ª Deleagcia de Polícia Civil de Ponta Porã.