ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Brasileiro é executado a tiros quando chegava em loja; 3ª morte desde ontem

Os assassinatos na linha internacional entre Ponta Porã e Pedro Juan ocorreram nas últimas 16 horas

Por Helio de Freitas, de Dourados | 19/06/2024 12:01
Policiais no local onde brasileiro foi morto quando descia do carro, em Pedro Juan (Foto: Marciano Candia)
Policiais no local onde brasileiro foi morto quando descia do carro, em Pedro Juan (Foto: Marciano Candia)

A linha internacional entre Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero (Paraguai) enfrenta nova onda de assassinatos. Na manhã desta quarta-feira (19), o brasileiro Marcelo Batista Chaves, 42, foi executado a tiros no lado paraguaio da fronteira. É a terceira morte violenta nas duas cidades nas últimas 16 horas.

Marcelo foi executado a tiros quando descia de uma picape Fiat Strada no estacionamento de um centro automotivo, no Bairro Maria Victoria. O comissário Pedro Román informou que Marcelo estava sendo seguido pelos atiradores desde o território brasileiro.

Há divergências na versão de testemunhas sobre o veículo ocupado pelos atiradores. Enquanto uns afirmaram que estariam de moto, outros disseram que os pistoleiros ocupavam uma caminhonete.

De acordo com o médico forense Marcos Prieto, da Polícia Nacional, o brasileiro foi baleado assim que abriu a porta da picape e caiu morto sobre o banco do motorista. Pelo menos 21 disparos de revólver calibre 28 e pistola 9 milímetros atingiram o alvo no peito, no pescoço e na cabeça.

Marcelo Chaves é a segunda vítima dos matadores na linha internacional desde a noite desta terça-feira (18). Ontem, na favelinha da Vila Ferroviária, Marcos Javier Gonzales, 32, com vários antecedentes criminais por roubo e furto, foi executado a tiros de fuzis calibres 7,62 e 5,56.

Hoje de manhã, numa rua de terra em Pedro Juan Caballero, foi encontrado corpo de homem ainda não identificado. Ele foi morto com dois tiros na cabeça e no braço esquerdo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias