ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Caminhoneiro que matou jovens acreditava ter atropelado animal

Suspeito se apresentou nesta sexta-feira (3), na delegacia de Terenos, onde contou sua versão do fatos

Por Bruna Marques | 04/05/2024 12:18
Moto ocupada pelas vítimas destruída na rodovia. (Foto: Direto das Ruas)
Moto ocupada pelas vítimas destruída na rodovia. (Foto: Direto das Ruas)

Caminhoneiro que matou os jovens Guilherme Cruz da Silva, 19 anos, e Claiton Silva Gaúna, 18, na quinta-feira (2), se apresentou a polícia e disse que achava que teria atropelado um animal na estrada que dá acesso a BR-060, em Terenos, distante 31 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o delegado Antenor Batista, responsável pelas investigações, na tarde de ontem, o motorista se apresentou na delegacia de Terenos acompanhado de seu advogado. Ele foi ouvido e durante interrogatório, informou que na noite do acidente não percebeu que as vítimas eram os jovens.

“Ele achou que era bicho e parou mais a frente, próximo ao asfalto, cerca de 12 quilômetros do local, onde tinha claridade. Segundo relato dele, só ficou sabendo que era morte quando saiu na reportagem e a filha avisou”, revelou o delegado.

Ainda conforme Antenor, a estrada por onde o suspeito seguia era estreita e quando os veículos passaram levantava poeira, situação que atrapalhava a visibilidade do motorista. “O filho dele vinha mais atrás em uma Picape ele tomou distância e escutou o barulho, como a rua era estreita ele não quis parar, segundo ele para que carros que vinham atrás não bater”, informou.

O caminhoneiro foi indiciado pelo crime de duplo homicídio culposo – quando não tem intenção de matar e evasão. A versão apresentada pelo suspeito será investigada no decorrer do inquérito. Além disso, o filho dele e outras testemunhas serão ouvidas.

Após contar sua versão dos fatos, o homem foi liberado e aguardara o encerramento do inquérito em liberdade.

O caso - Vídeo de câmera de segurança registrou o momento em que o caminhoneiro para na estrada e procura vestígios do acidente que matou os dois jovens. Na gravação é possível ver uma picape branca passando e logo atrás vem o caminhão Volkswagen amarelo. O motorista para em uma curva e desce do veículo. Em seguida, ele pega uma lanterna e começa a olhar embaixo da cabine e da carroceria.

Um rapaz de camiseta preta aparece no momento em que o condutor abre a porta do passageiro do caminhão. Eles ficam ali por algum tempo, o motorista chega a entrar no veículo. Os dois então começam a conversar ao lado da carroceria.

Minutos depois, o rapaz começa a soltar algumas cordas do caminhão e abre a porta do passageiro. Logo depois, o motorista entra no veículo, os dois conversam. O jovem sobe no caminhão que segue pela estrada. A gravação dura 4 minutos e 10 segundos.

No boletim de ocorrência, as vítimas estavam em uma motocicleta seguindo pela estrada a 12 quilômetros da BR-060, sentido ao Assentamento Santa Mônica, quando foram atingidos pelo caminhão Volkswagen amarelo.

Com o impacto da batida, um dos jovens teve o braço arrancado e os dois morreram no local.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias