A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

13/11/2015 17:43

Cesp é condenada a pagar R$ 180 mi a cidade de MS por danos ambientais

Priscilla Peres
Município teve 70 mil hectares de terra imundados por hidrelétrica. (Foto: Divulgação)Município teve 70 mil hectares de terra imundados por hidrelétrica. (Foto: Divulgação)

A Cesp (Companhia Energética de São Paulo) foi condenada a indenizar o município de Anaurilândia - distante 371 km de Campo Grande, em R$ 180 milhões devido aos danos ambientais causados pela construção da Usina Hidrelétrica Eng Sérgio Motta.

Após anos de briga judicial e decisão favorável em primeira e segunda instância, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta semana, dar ganho de causa à prefeitura de Anaurilândia pelos danos ambientais causados pela barragem da usina.

De acordo com o prefeito Vagner Alves Guirado (PR), entre os anos de 1998 e 2001 quando o reservatório da usina foi enchido, o município teve 70 mil hectares de terra imundados, o que causou uma série de impactos ambientais.

O valor inicial da ação era de R$ 135 milhões, mas foi atualizado para R$ 180 milhões devido aos anos que se passaram. O prefeito explica que agora levará a decisão para um juiz de primeira instância pedindo o cumprimento de sentença, que será o pagamento do valor ou bloqueio dos bens da empresa.

O prefeito Vagner pretende destinar os recursos para melhorar os setores prioritários, como educação, saúde, infraestrutura e meio ambiente. "Nossa maior dificuldade é a geração de emprego, vamos tentar fomentar isso. Sem contar que estamos passando por dificuldade financeiras e esse recurso vai ajudar com o pagamento do décimo terceir", diz.

"É uma alergria poder dar de presente para a população uma vitoria dessa. Ainda mais na semana em que a cidade completou 52 anos de emancipação", afirma o prefeito.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions