A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018

10/12/2015 10:36

Cheia do rio ameaça estação e Sanesul pode racionar água

Empresa de saneamento lançou alerta para que a população economize água; chuva desta quarta pode agravar situação

Helio de Freitas, de Dourados
Sanesul pode desativar estação de tratamento de água por causa da cheia do Rio Dourados (Foto: Divulgação)Sanesul pode desativar estação de tratamento de água por causa da cheia do Rio Dourados (Foto: Divulgação)

Pode faltar água tratada para metade da população de Dourados, cidade de 210 mil habitantes localizada a 233 km de Campo Grande. Ao contrário do risco de desabastecimento ocorrido em setembro por causa do calorão e seca, dessa vez a ameaça é por causa do excesso de chuva, que fez o Rio Dourados atingir o maior índice de cheia dos últimos 32 anos e até esta quarta-feira estava 5,3 metros acima do nível normal. Com a chuva desta quinta a situação pode se agravar.

A Sanesul produz 55 milhões de litros de água diariamente em Dourados. A cidade tem 61 mil residências atendidas pela rede de abastecimento, sendo metade produzida pela estação de tratamento do Rio Dourados e a outra metade dos poços artesianos.

Em comunicado divulgado pela assessoria de imprensa, a estatal informou as fortes chuvas que atingiram a região sul e consequentemente a nascente do Rio Dourados fizeram aumentar o volume de água a níveis históricos.

“Por medida de segurança, se o rio continuar a subir, tendo em vista que não se sabe se a cheia atingiu o ápice ou se o nível do rio subirá ainda mais, será necessária a paralisação do sistema que capta água do rio, para que o mesmo não seja danificado”, afirma o comunicado.

A Sanesul pediu que a população economize água e faça armazenamento caso o sistema tenha de ser desligado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions