ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Com 1 morte a cada mil habitantes, Corumbá tem maior mortalidade em MS

Na fronteira, o município tem segunda maior quantidade de mortes e é o mais afetado proporcionalmente à quantidade de habitantes

Por Guilherme Correia | 19/09/2020 09:52
111 pacientes faleceram em Corumbá, município que registra maior índice de mortalidade em Mato Grosso do Sul (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
111 pacientes faleceram em Corumbá, município que registra maior índice de mortalidade em Mato Grosso do Sul (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande, segue como o primeiro município de Mato Grosso do Sul na taxa de mortalidade por covid-19, conforme base em dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta semana.

Com 120 mortes acumulados pelo novo coronavírus comparadas à quantidade da população, conforme estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a cidade fronteiriça a Bolívia tem pouco menos de 1,1 morte a cada mil habitantes, e figura na 210ª posição em “ranking nacional”.

A taxa de mortalidade é índice que compara quantas pessoas morreram de uma doença em relação à quantia total de habitantes de um determinado município, estado ou região. Já a taxa de "letalidade", usada no monitoramento da covid, indica apenas quantos óbitos entre os infectados pela doença.

Na mesma contagem de mortalidade, Campo Grande se posiciona na 12ª colocação dentre os 79 municípios do Estado.

Com taxa muito próxima à Corumbá, e também na região do Pantanal, o município de Aquidauana ficou na segunda posição, com aproximadamente 1 morte a cada mil habitantes.

19 municípios, que não registraram mortes até o fechamento desta reportagem, não foram incluídos na lista. São eles Água Clara, Anaurilândia, Antônio João, Bandeirantes, Caracol, Eldorado, Figueirão, Japorã, Jaraguari, Jateí, Juti, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Pedro Gomes, Rochedo, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas, Selvíria e Taquarussu.

Confira lista com os cinco municípios mais afetados à doença de forma proporcional:

MunicípioTaxa de mortalidade
Corumbá1,0679
Aquidauana1,0236
Vicentina0,8194
Ladário0,8144
Guia Lopes da Laguna0,8085
Anastácio0,7161
Dois Irmãos do Buriti0,7027
Cassilândia0,6837
Aparecida do Taboado0,6603
Fátima do Sul0,5732
Paraíso das Águas0,5401
Campo Grande0,5357
Miranda0,5355
Naviraí0,4191
Dourados0,4037
Sidrolândia0,3989
Chapadão do Sul0,3965
Alcinópolis0,3743
São Gabriel do Oeste0,3735
Terenos0,3669
Nioaque0,3589
Rio Verde de Mato Grosso0,3545
Douradina0,3376
Costa Rica0,3362
Itaquiraí0,3311
Rio Brilhante0,3199
Angélica0,2783
Nova Alvorada do Sul0,2742
Bonito0,2730
Batayporã0,2648
Inocência0,2628
Paranaíba0,2610
Bataguassu0,2606
Ivinhema0,2588
Iguatemi0,2488
Itaporã0,2416
Coxim0,2385
Porto Murtinho0,2335
Jardim0,2299
Mundo Novo0,2178
Três Lagoas0,2142
Sonora0,2075
Rio Negro0,2070
Nova Andradina0,2023
Glória de Dourados0,2007
Tacuru0,1731
Ponta Porã0,1729
Brasilândia0,1685
Corguinho0,1682
Laguna Carapã0,1362
Bodoquena0,1270
Maracaju0,1062
Amambai0,1015
Aral Moreira0,0823
Bela Vista0,0812
Deodápolis0,0774
Camapuã0,0729
Caarapó0,0663
Coronel Sapucaia0,0656
Ribas do Rio Pardo0,0406

Procurada, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde em Corumbá disse ao Campo Grande News, em nota, que no final de junho foi instituído "Centro de Enfrentamento à Covid-19", destinado exclusivamente à pessoas com síndromes gripais, com atendimento médico, acolhimento, psicológico e farmácia exclusiva. Segundo o texto, o local está aberto todos os dias das 7h às 19hs, e realiza cerca de 70 atendimentos por dia.

Além disso, foi ampliado os leitos de atendimento desde o início da pandemia. Conforme assessoria, a Santa Casa de Corumbá realizou incremento de 55 novos leitos exclusivos para tratamento da covid-19, com 18 CTIs (Centros de Tratamento Intensivo) e 37 leitos clínicos.

A Secretaria de Saúde instituiu um Comitê Municipal de Vigilância à Mortalidade por suspeita de covid-19. Com caráter técnico e consultivo, o grupo tem a atribuição de analisar e investigar os óbitos suspeitos ou confirmados de coronavírus, síndrome respiratória aguda, síndromes clínicas associadas à Covid [...] A Secretaria Municipal está trabalhando em conjunto com o Estado, seguindo todas as orientações técnicas designadas".

Por fim, foi dito que os casos positivos que estão em isolamento domiciliar são acompanhados por grupo de monitoramento e rastreio, formado por agentes comunitários de saúde, que "acompanham diariamente a evolução do quadro clínico do paciente, além de esclarecer dúvidas e prestar orientações quanto ao isolamento, e caso necessário, realizam visitas domiciliares para aferir a temperatura e o nível de saturação de oxigênio, até o término do isolamento".

População corumbaense em evento realizado em agosto de 2020 na cidade (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
População corumbaense em evento realizado em agosto de 2020 na cidade (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário