A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

23/05/2017 15:24

Com 43% da meta a cumprir, Itaquiraí faz propaganda na rua sobre vacina

Campanha nacional de vacinação termina no dia 26 deste mês, mas cobertura está abaixo da meta em quase todas as cidades de MS

Helio de Freitas, de Dourados
Morador do Assentamento Santo Antônio é vacinado contra a gripe (Foto: Divulgação)Morador do Assentamento Santo Antônio é vacinado contra a gripe (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Itaquiraí, cidade a 410 km de Campo Grande, na região sul do estado, está fazendo propaganda em emissoras de rádio e através de som ambulante nas ruas para convocar a população a se vacinar contra a gripe

A campanha nacional termina na sexta-feira (26), mas assim como em quase todo o Mato Grosso do Sul, o índice de cobertura está abaixo da meta em Itaquiraí.

De acordo com a prefeitura, 57% das pessoas que fazem parte dos grupos de risco tomaram a vacina até agora, mas o objetivo é chegar perto de 100% com a divulgação que será feita até sexta-feira.

O responsável pela imunização em Itaquiraí, enfermeiro Diego Capristo Souza, disse que a vacina está disponível em todos os postos de saúde da cidade e da zona rural, incluindo as unidades dos assentamentos.

Neste ano, o Ministério da Saúde incluiu os professores entre os grupos prioritários. “Os professores podem procurar o posto de saúde mais próximo de sua área de atuação”, afirmou Diego. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Saúde tem estoque para cumprir a meta estabelecida dentro da faixa etária e grupos definidos para a imunização.

Devem tomar a vacina as crianças de seis meses a menores de cinco anos, as gestantes, as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), os profissionais de saúde, povos indígenas, pessoas com 60 anos ou mais, jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, presos, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas, como diabéticos, hepáticos, renais e cardíacos.

“Com esta campanha, vamos contribuir para diminuir a mortalidade infantil e de pessoas com maior risco de hospitalização”, afirmou o secretário de Saúde, Marcelo Batista Rosa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions