ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Condenado a 15 anos, articulador da morte de advogado é preso

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, da 1ª Vara do Tribunal do Júri

Por Viviane Oliveira | 24/09/2020 10:52
Edoildo Ramos foi condenado a 15 anos e deis meses de prisão, em abril de 2018 (Foto: arquivo / Campo Grande News) 
Edoildo Ramos foi condenado a 15 anos e deis meses de prisão, em abril de 2018 (Foto: arquivo / Campo Grande News)

Foragido da Justiça, Edoildo Ramos, 47 anos, condenado a 15 anos e seis meses de prisão por participação na morte de um advogado em março de 2009, foi preso na manhã da última terça-feira (23) em Costa Rica, distante 305 quilômetros de Campo Grande.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, da 1ª Vara do Tribunal do Júri. Segundo a denúncia do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), foi Edoildo que contratou Michel Leandro dos Reis, autor dos disparos que mataram o advogado Nivaldo Nogueira de Souza.

Edoildo, segundo a denúncia, foi contratado pelo pecuarista Oswaldo José de Almeida Júnior, 59 anos, para intermediar a contratação dos pistoleiros. Nove anos após o crime, Edoildo foi julgado em abril de 2018 e condenado por participação no caso, mas estava foragido.

O último réu julgado pela morte do advogado foi condenado a 12 anos e oito meses de prisão em regime fechado nesta quinta-feira (26). O pecuarista Oswaldo José de Almeida Júnior, conhecido como Dinho, 59 anos, apontado como mandante do crime, afirmou diante do júri que era “perseguido pela vítima”. O julgamento de todos os envolvidos foi fracionado em três partes.

Edoildo tem várias passagens pela polícia pelos crimes de receptação, agiotagem, estelionato, falsificação de documento particular, ameaça, receptação, lesão corporal doloso, extorsão, associação criminosa e estupro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário