A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

17/04/2014 09:23

Delegado desistiu de vaga após visitar Coronel Sapucaia, diz Jacini

Aline dos Santos

Alvo de uma ação na Justiça pedindo a nomeação de delegado em Coronel Sapucaia, o governo do Estado informa que designou, no fim de março, um aprovado em concurso público para assumir a delegacia de Polícia Civil, mas o nomeado desistiu.

“Tomou posse, foi para lá conhecer a cidade e pediu exoneração”, afirma o titular da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública), Wantuir Jacini.

Conforme portaria publicada na edição do Diário Oficial do Estado de 3 de abril, João Francisco Andrade de Lima Oliveira foi designado delegado titular de Coronel Sapucaia. Ao todo, foram 53 nomeados. 

Com o posto vago, Jacini afirma que um dos dois delegados de Amambai será remanejado e enviado para o município que faz fronteira com Capitan Bado, no Paraguai. Em 2008, Coronel Sapucaia recebeu o título de cidade mais violenta do País, de acordo com o estudo Mapa da Violência divulgado pelo Ministério da Justiça.

Na ação, os promotores Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior e Luiz Eduardo Sant’anna Pinheiro pedem liminar para que, no prazo de 15 dias, o governo assegure a designação de um delegado. Conforme a ação civil pública, a cidade não conta com delegado desde o início de 2013 e tem “esdrúxulo quadro de servidores”.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério Público verificou-se que casos referentes a crimes graves, como homicídio ou roubo à mão armada, sequer viraram investigação criminal até o momento. Um deles é a execução de um comerciante, ocorrida em março de 2013. Também é solicitado reforço para o efetivo da PM (Polícia Militar).

“Não precisava entrar com o pedido. Temos concursos em andamento, fase de formação, depois serão lotados para Coronel Sapucaia e 44 cidades da faixa de fronteira”, salienta Jacini.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions