A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

08/03/2019 20:15

Douradense "desaparecido" é preso com crack que levava de MS para o PR

Adriano Fernandes
Plínio Hemérito de Souza Filho não era visto desde o dia 16 de fevereiro. (Foto: Reprodução Dourados News) Plínio Hemérito de Souza Filho não era visto desde o dia 16 de fevereiro. (Foto: Reprodução Dourados News)

Dado como desaparecido há 21 dias, o mototaxista douradense Plínio Hemérito de Souza Filho, de 56 anos, foi preso em Curitiba (PR) ao ser flagrado com 78,8 quilos de crack, em um posto de gasolina.

O suposto desaparecimento só foi descoberto, depois que colegas de profissão procuraram a delegacia de Dourados – a 233 quilômetros de Campo Grande-, esta semana, informando que Plínio estava desaparecido.

No último dia em que foi visto, 16 de fevereiro, o homem estava com sua moto Honda CG Fan, vermelha, e estava com o colete usado para trabalhar. No entanto, desde a data ele não apareceu mais em seu ponto e não atendia mais ligações.

Contudo, conforme o site Dourados News, no último dia 24 de fevereiro, ele foi preso com a droga no posto às margens da BR-116, após policiais militares do Paraná receberem informações do núcleo de inteligência da PM em Mato Grosso do Sul sobre a carga.

Uma equipe de operações com cães foi acionada e encontrou a droga na carreta que ele dirigia. Ele foi autuado em flagrante por tráfico e segue preso numa delegacia de Curitiba. Durante as investigações realizadas por policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais), a motocicleta usada por ele também foi encontrada na casa onde reside, na região do Jardim Itália.

Em seguida os agentes receberam informação de que Plínio havia recebido proposta para traficar entorpecentes e chegaram até o registro do fato.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions