A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Outubro de 2019

02/06/2019 14:35

Em carro com aparato de fuga, jovem é preso com 398 kg de maconha

Ford Focus tinha dispositivo para espalhar pregos na pista; traficante usava mapa com rota desenhada a mão

Adriano Fernandes
Traficante junto a pilha de maconha que transportava no veículo. (Foto: Divulgação/PM) Traficante junto a pilha de maconha que transportava no veículo. (Foto: Divulgação/PM)

Henrique de Lima Colman, de 18 anos, foi preso no começo da noite deste sábado (1º) na Avenida Prefeito Ludio Martins Coelho, no Taveirópolis, em um veículo Ford Focus, carregado com 398 quilos de maconha.

Com o jovem os militares da Força Tática da 10ª Companhia encontraram um mapa do trajeto que ele deveria seguir de Ponta Porã até Campo Grande. No papel além da rota de cidades feito a mão, uma orientação desejava “muita fé” ao traficante.

O flagrante ocorreu durante as buscas dos militares a um veículo Fox prata que também estaria carregado com maconha, mas que não foi encontrado. O Focus foi abordado no cruzamento da avenida com a Rua Presidente Nereu e chamou a atenção por ter aparato “especial” para o transporte de drogas.

O motor estava com a numeração raspada e a suspensão reforçada para cargas pesadas além de ter um dispositivo usado em fugas policiais. Por meio de um cabo de aço que poderia ser acionado pelo condutor ao lado do freio de mão o equipamento espalhava na pista tipos de pregos, conhecidos como “ouriços” capazes de furar pneus de outros veículos em perseguições.

No total, foram encontrados 362 tabletes da droga no espaço onde ficariam os bancos traseiros e no porta-malas. Ele traria a droga até algum hotel ou restaurante da Capital onde um outro comparsa iria o encontrá-lo para seguirem juntos a outro endereço onde a droga seria descarregada.

Aos policiais, o jovem disse que teria sido contratado em Ponta Porã por um homem identificado apenas como “Quebrada”. Pelo transporte da droga ele receberia R$ 6 mil. “Possivelmente ele era inexperiente no serviço de mula, por isso o mapa para chegar até Campo Grande. Ele, inclusive, não soube dizer onde a droga seria entregue, mas disse que aguardava o contato de um outro comparsa”, comentou o coronel Laudyney Carvalho, da 10º companhia.

O suspeito e a droga foram encaminhados para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

Mapa que o jovem seguiu de Ponta Porã até Campo Grande. (Foto: Divulgação/PM) Mapa que o jovem seguiu de Ponta Porã até Campo Grande. (Foto: Divulgação/PM)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions