ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Em Eldorado, assassino de ator era vaidoso, “gente boa” e fã de limpeza de pele

Polícia Civil de Eldorado foi alertada sobre a presença de Cupertino e acionou investigadores de SP

Por Aline dos Santos | 03/11/2020 12:40
Paulo Cupertino está foragido desde junho do ano passado e passou oito meses na zona rural de Eldorado.
Paulo Cupertino está foragido desde junho do ano passado e passou oito meses na zona rural de Eldorado.

Sob a identidade de Manoel Machado da Silva, Paulo Cupertino, foragido desde junho do ano passado pela morte do ator Rafael Miguel e os pais, deixou a lembrança de um homem vaidoso na barbearia de Eldorado, onde por R$ 50 fazia cabelo, barba e limpeza de pele.

“Ele era muito gente boa, pode acreditar”, diz funcionário . Ele vivia na zona rural de Eldorado, mas quando ia à cidade procurava os serviços de beleza. “Era um homem vaidoso, sempre se arrumando”.

Os serviços de sempre eram cabelo (R$ 20), barba (R$ 15) e limpeza de pele (R$ 20). Ao término, ganhava desconto de R$ 5.

Com rastro de documentos ligados a Mato Grosso do Sul, como certidão informando nascimento em Rio Brilhante,  e CPF (Cadastro de Pessoa Física) expedido em Ponta Porã, Cupertino morou em Eldorado por cerca de oito meses.

Ele fugiu na terça-feira (dia 27), quando foi revelada sua nova identidade, a partir da descoberta de RG com nome falso feito em Jatazinho (Paraná).

O delegado Pablo Ricardo Campos dos Reis, da Polícia Civil de Eldorado, afirma que Cupertino foi reconhecido, após a divulgação de seu novo nome. A polícia foi informada, mas ele já havia fugido.

“Nós fizemos o levantamento das informações e fotos do Cupertino em Eldorado e repassamos à Polícia Civil de São Paulo”, afirma o delegado. A equipe do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) de São Paulo foi à cidade, mas o foragido tinha fugido.

Em frente ao assentamento Floresta Branca, o sítio onde Cupertino morava é do piloto Alfonso Helfenstein, que já foi flagrado em Rondônia com 300 quilos de maconha.

No dia 27, ele esteve no aeroporto e há suspeita que tenha dado fuga ao assassino numa aeronave. Alfonso tem mandado de prisão em aberto por tráfico, originário de Rondônia, e também está foragido. A ordem de prisão contra o piloto é datada de 16 de dezembro de 2018. A suspeita é que Cupertino tenha sido levado ao Paraguai.

Rafael Miguel, 22 anos, e os pais João Alcisio e Miriam Selma foram assassinados a tiros no dia 9 de junho de 2019, em São Paulo. A família foi surpreendida por Cupertino ao chegar à casa da namorada do ator, filha do comerciante. O pai da jovem não aceitava o relacionamento.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário