A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

02/08/2015 21:24

Envolvido em morte de PM fugiu por causa de "pontos na carteira"

Thiago de Souza
Fábio Custódio disse que fugiu por ter medo de ser multado. (Foto: Divulgação Whatsapp)Fábio Custódio disse que fugiu por ter medo de ser multado. (Foto: Divulgação Whatsapp)
PM César Augusto Corvalan estava na corporação há menos de três meses. (Foto: Divulgaçaõ Whatsapp)PM César Augusto Corvalan estava na corporação há menos de três meses. (Foto: Divulgaçaõ Whatsapp)

Fábio Custódio, 28, envolvido na morte do Policial Militar César Augusto Corvalan Machado, 26, por volta das 19h30, deste domingo (2), alegou aos policiais que fugiu da abordagem da Getam (Grupo Especializado Tático Motorizado), por causa de "pontos" em sua carteira habilitação.

O suspeito foi visto por PM's, empinando uma moto Kawasaki, em frente a uma distribuidora de bebidas, no centro da cidade, quando recebeu ordem de parada. Fábio ignorou o pedido e fugiu da abordagem. Houve perseguição, e segundo informações da Polícia Militar, na Rua Coronel Ponciano, ele jogou a moto em cima de Machado, que se chocou contra um poste. O PM, lotado na Getam, bateu a cabeça e sofreu traumatismo craniano. Ele foi atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu, e morreu no hospital. Uma jovem que passava de bicicleta pelo local, também foi atingida e ficou ferida. 

 Fábio foi levado para a Delegacia de Polícia de Dourados. O Policial Militar César Augusto Corvalan Machado, 26, era de Campo Grande e estava na PM há menos de três meses. 

 

 

 

 

 

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions