ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  01    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Ex-policial que matou garoto é preso com 364 quilos de maconha e skunk

Reinaldo Diaz Sanchez foi apontado como um dos responsáveis pelo tráfico na região de fronteira

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 17/10/2019 20:37
Tabletes de droga encontrados sob a lataria do veículo. (Foto: Porã News)
Tabletes de droga encontrados sob a lataria do veículo. (Foto: Porã News)

O ex-agente da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero, Reinaldo Diaz Sanchez, foi preso na última quarta-feira (16) ao ser flagrado com 364 quilos de maconha e 10 quilos de skunk em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande.

Ele foi abordado enquanto carregava as drogas em um caminhão baú, que estava em uma oficina na região do bairro Grande Marambaia. A droga estava escondida no fundo falso do caminhão onde também haviam sido carregados alguns móveis, conforme o Porã News.

As investigações do setor de inteligência da Polícia Civil, apontaram que Reinaldo era o dono da carga e um dos representantes de organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas na região de fronteira entre o Paraguai e o estado do Mato Grosso do Sul.

Além do envolvimento com o tráfico em 2010, Reinaldo também foi autuado pelo homicídio do adolescente Diosnel González Benítez, de apenas 16 anos. Na ocasião ele matou o garoto com vários tiros de pistola 9 mm durante uma festa com amigos.

A operação que resultou na prisão de Reinaldo foi coordenada pelos delegados, Patrick Linares e Caio Macedo, da 2ª DP (Delegacia de Polícia) da cidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário