A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

01/12/2014 19:24

Ex-presidente da Câmara é denunciado por improbidade e fraudes em contratos

Priscilla Peres
Biroca é acusado de locar veículos no período em que a Câmara estava de recesso. (Foto: Rio Pardo News)Biroca é acusado de locar veículos no período em que a Câmara estava de recesso. (Foto: Rio Pardo News)

A Controladoria Interna da Câmara de Vereadores de Água Clara - distante 198 km de Campo Grande, denunciou o ex-presidente e atual vereador, Valdeir Pedro de Carvalho, mais conhecido por Biroca, pela prática de improbidade administrativa e por fraudar contratos enquanto presidiu o legislativo municipal durante 2011 e 2012.

De acordo com o site Rio Pardo News, o biênio de 2009 a 2010 também foi denunciado e será investigado de maneira minuciosa pelo Ministério Público Estadual. Valdeir é acusado de em 2011 contratar uma empresa de comércio varejista de móveis em Campo Grande para fazer o controle da contabilidade.

Em 2012, esta mesma empresa consta como endereço a cidade de Vicentina, mas o nome da rua continua sendo o mesmo, surpreendentemente o contrato firmado foi com a Empresa Elen Contabilidade Ltda – EPP, que segundo informações, é da filha do contador Walter Antônio, um dos envolvidos na “Operação Viajantes” da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo. Valor do contrato R$ 57.500,00 (cinquenta e sete mil e quinhentos reais).

Improbidade - Em 03 de abril de 2012, foi pago R$ 7.200 referente locação de carro sem licitação, nem mesmo dispensa, correspondente ao período de 01/02/2012 à 30/03/2012. Além da prática de improbidade administrativa, o que mais chama atenção é o fato de que a Câmara de Água Clara estava em recesso até o dia 15 de fevereiro, o que não justifica a locação. No dia 31/10/2012 foi locado outro veículo sem licitação, valor R$ 3.120. No dia 30/11/2012 nova locação sem licitação no valor de R$ 3.900,00 e no dia 21/12/2012 outra locação no valor de R$ 2.600, sendo que o recesso teve início em 15 de dezembro.

O denunciante explica que tais locações por si já são irregulares e desnecessárias, mas a Câmara Municipal no ano anterior doou para a Secretaria Municipal de Educação um veículo Fiat Uno Mille de sua propriedade alegando que o mesmo era desnecessário ao Parlamento Municipal, para logo na sequência passar a locar veículos sem a devida licitação.

Durante abordagem, passageiro de ônibus finge passar mal e foge
Passageiro de ônibus fingiu passar mal para fugir da polícia, neste domingo (19), deixando para trás mala com maconha e os próprios documentos em Dou...
Travesti encontrada morta tinha 22 anos e foi reconhecida pelas amigas
Foi identificada como Wiris de Souza Santos, 22 anos, conhecida como Vitória, a travesti encontrada morta com nove facadas, por volta das 5h deste do...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions