ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Fiscal da Vigilância Sanitária leva soco durante batida em bar

Homem de 44 anos se alterou em bar e agrediu o servidor, que teve os óculos danificados

Por Lucia Morel | 25/07/2021 08:25
Toque de recolher em Corumbá é das 23h às 05h. (Foto: Prefeitura de Corumbá)
Toque de recolher em Corumbá é das 23h às 05h. (Foto: Prefeitura de Corumbá)

Fiscal da Vigilância Sanitária de Corumbá, de 33 anos, foi agredido durante fiscalização sanitária contra a covid-19 no fim da noite de ontem. Junto com policiais militares e outras forças que faziam cumprir o decreto do toque de recolher, homem de 44 anos se alterou em bar e deu um soco no servidor, que teve os óculos danificados.

Boletim de ocorrência relata que a fiscalização foi até o Bar Los Primos, na Vila Popular Velha, que já estava fechado, mas ainda com pessoas ao redor, que foram orientadas a irem para casa. Em determinado momento, homem identificado como Osmar do Nascimento Esteves, 55 anos, aparentemente bêbado, começou a gritar com os fiscais e fazia imagens de celular. Com a ação, ele tentava incitar demais pessoas contra a fiscalização.

Com xingamentos e palavras chulas, ele acabou sendo conduzido e segundo o boletim, estava sendo levado para casa, já que morava perto do local, quando retomou as filmagens e se dirigiu ao fiscal da Vigilância, que também fazia imagens da ocorrência, dizendo: “vai multar … nenhuma”.

Nesse momento, Osmar tentou tomar o celular do servidor e outro homem, de 44 anos, Paulo Gomes dos Santos se aproximou e deu um soco no rosto do fiscal, do lado direito. Os óculos de grau dele acabaram sendo danificados.

Com ânimos exaltados, os policiais tentaram imobilizar Osmar e Paulo, que lutaram e junto com os militares, acabaram rolando por escadaria. Os dois foram algemados depois de uso da força e levados para a Delegacia de Polícia Civil. Paulo ficou ferido na boca, testa e nariz. Caso foi registrado como lesão corporal dolosa e infração de medida sanitária preventiva.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário