ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Covid segue ritmo de queda em MS com 547 novos casos e 14 mortes

Semana que se encerra hoje foi uma das melhores do ano, mas há ainda 367 internados em UTI

Por Nyelder Rodrigues | 24/07/2021 11:40
Casos de covid estão em queda a partir da vacinação, mas ainda é preciso manter a "guarda alta" (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Casos de covid estão em queda a partir da vacinação, mas ainda é preciso manter a "guarda alta" (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

A covid-19 segue com números em queda no Mato Grosso do Sul, conforme dados desse sábado (24) do boletim da pandemia divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde). Nas últimas 24 horas, foram registrados 547 novos casos da doença e 14 mortes em decorrência da infecção pelo novo coronavírus.

Ao todo, Mato Grosso do Sul já acumula 351.814 casos confirmados desde o início da pandemia, além de 8.816 mortes. Atualmente, há 651 pessoas hospitalizadas com covid no Estado, sendo 284 em leito clínico e 367 em leito de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) - 84 deles em hospital particular e 283 em público.

Entre os principais municípios do Estado, o que apresenta mais novos casos é Campo Grande, com 194 registros. Em Três Lagoas o número é de 39 casos, enquanto em Dourados foram 27. Em Chapadão do Sul, onde foi decretado lockdown pela prefeitura, nas últimas 24h foram registrados 29 novos casos - 3º no rankings estadual.

Já quanto as mortes ocorridas nesse mesmo período de 24 horas, foram oito em Campo Grande e seis no interior - uma em cada cidade, sendo elas Três Lagoas, Dourados, Ponta Porã, Iguatemi, Cassilândia e Bataguassu.

Outro dado revelado pelo boletim é o de pessoas em isolamento domiciliar. No momento, são 7.791 pessoas infectadas pelo vírus e, por isso, cumprindo medida de distanciamento sem poder ter contato com outras pessoas.

O índice de ocupação de leitos na região de Campo Grande, que já foi superior a 100%, hoje está na casa dos 86%, enquanto em Dourados o número é de 66%. Na macrorregião de Três Lagoas a ocupação está em 57%, e em Corumbá a marca fica em 56%.

Gráficos - A análise do boletim da covid indica que a última semana foi uma com os menores índices de morte em 2021. A semana 13 foi a com o pior cenário, com quase 400 mortes. Já nessa semana, a 29, houve sequer 100 óbitos.

Algo semelhante ocorre com os casos confirmados. Enquanto o pico foi alcançado na semana 22, com 13 mil resultados positivos para covid-19, Mato Grosso do Sul somou pouco mais de 4 mil casos confirmados na semana 29, que foi a menor do ano e a com melhor índice desde a semana 46 do ano passado - são 53 semanas.

Quanto a idade dos infectados, 23,2% (ou seja, 81.684) deles tinham entre 30 e 39 anos. A faixa etária dos 40 aos 49 anos aparece logo atrás, com 19,4% (49.467), enquanto a faixa dos 20 aos 29 fica em terceiro, com 67.683 contaminados (19,2%), segundo as informações da pasta estadual de Saúde.

Quanto às mortes, a maior parte deles tinham mais de 60 anos. Foram 998 óbitos dos 40 aos 49 anos (11,3%), 1.692 dos 50 aos 59 anos (19,2%), 2.053 dos 60 aos 69 anos (23,3%), 1.928 dos 70 aos 79 anos (21,9%) e 1.546 entre os que tinham 80 anos ou mais (número que equivale a 17,5%) dos falecimentos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário