A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

19/01/2018 17:40

Governo assina acordo e autoriza estágio para estudantes de medicina

A partir do próximo mês os alunos poderão estagiar no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas

Geisy Garnes
O termo de cooperação foi assinado nesta manhã (Foto: Leca/ Governo do Estado)O termo de cooperação foi assinado nesta manhã (Foto: Leca/ Governo do Estado)

A partir do próximo mês estudantes de medicina da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) poderão estagiar no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas - a 326 quilômetros de Campo Grande. O termo de cooperação que autoriza a participação dos acadêmicos nos atendimentos foi assinado nesta manhã, pela governadora em exercício, Rose Modesto.

O acordo, feito entre Governo do Estado e reitoria da UFMS, tem 12 meses de duração e permitirá que os acadêmicos realizem atividades técnicas, científicas e práticas. Para possibilitar o custeio dos estudos, o governo estadual destinou R$ 150 mil, valor viabilizado pelo deputado estadual Eduardo Rocha, por meio de emenda parlamentar.

“Nós teremos ali a possibilidade de ter mais atendimentos, e isso só ocorre graças a essas parcerias. Nossa responsabilidade é fortalecer o hospital, dar condições, manter em dia os repasses, e é dessa forma que vamos fazer um Estado melhor para se viver”, afirmou Rose, que reforçou ainda que “quem sai ganhando é a população do município”.

Os estudantes devem iniciar o estágio a partir do próximo mês. Durante a assinatura do acordo, a governadora em exercício destacou ainda a construção do Hospital Regional de Três Lagoas, que em breve também receberá os estudantes.

“Temos o compromisso de entregar essa obra o quanto antes. O importante é saber que temos recursos garantidos e tudo organizado. Hoje, o hospital Nossa Senhora Auxiliadora vai cumprir esse papel, mas muito em breve teremos o Regional disponível para o estágio dos estudantes e atendendo toda a população do Bolsão”, afirmou.

Segundo o governo, a unidade vai contar com 138 leitos divididos em: 6 leitos de pré-parto, parto e pós-parto; 3 de indução e recuperação de pacientes; 5 de observação pediátrica; 22 de observação do paciente; 2 de observação psiquiátrica; 10 leitos de UTI cirúrgica; 10 leitos de UTI clínica; 48 de enfermarias; 4 de internação isolamento; 8 de semicrítico; 12 de preparo de recuperação pós-anestésica e 8 de observação recuperação paciente.

Homem se desentende com "amigo" e morre em hospital após levar 5 tiros
Evanildo Souza Pereira, de 33 anos morreu após ser atingido por disparos de arma de fogo, na noite de ontem (15), no Distrito de Albuquerque, próximo...
Dono de hospital diz não a convite do Podemos
Tô fora – Cortejado por diversos partidos para disputar as eleições de 2018, inclusive sendo apontado como potencial candidato ao governo de Mato Gro...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions