A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/11/2015 10:27

Governo e Instituto assinam convênio para competição esportiva no Pantanal

Viviane Oliveira e Leonardo Rocha
Governador assina convênio Instituto Homem Pantaneiro para apoiar a competição no Pantanal.  (Foto: Gerson Walber)Governador assina convênio Instituto Homem Pantaneiro para apoiar a competição no Pantanal. (Foto: Gerson Walber)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), assinou nesta manhã convênio com o Instituto Homem Pantaneiro para apoiar a competição Pantanal Adventure Race World Championship 2015, que vai acontecer em Corumbá e Ladário do dia 11 a 22 de novembro. No total, serão 33 equipes de 22 países, sendo 11 brasileiras. Serão 715 quilômetros em diversas modalidades, entre elas mountain bike, canoagem e traking.

O evento esportivo vai acontecer na Serra do Amolar e a intenção do governo é divulgar o nome do Pantanal para o mundo todo, porque as competições serão transmitidas para vários países. A organizadora Shubi Guimarães conta que o torneio, que acontece desde 2001, terá apoio das Forças Armadas. “A primeira edição no Brasil, aconteceu no Nordeste e este ano escolheram o Pantanal pelo bioma que é muito interessante para esse tipo de prova”, diz.

Cada equipe é composta por quatro atletas e eles serão levados para os locais da prova nos navios da Marinha do Brasil. “Além da competição oficial, a gente conseguiu vender um produto turístico para 12 pessoas, que vão realizar atividades de lazer nos locais da prova”, conta.

Algumas empresas de ônibus em Campo Grande já estão levando equipes para Corumbá, porque no dia 11 começa a checagem dos materiais. A abertura oficial será no dia 12 e no dia 13, as equipes seguem para o local de competição. O custo de todo evento é de R$ 800 mil e o governo ajudou com R$ 145 mil.

“Esta é uma oportunidade para divulgar para o mundo o Pantanal, que tem uma diversidade de fauna e flora, o que torna o local único. A crise do País afeta o País, mas são nesses momentos que é preciso criar novas oportunidades”, destaca Reinaldo Azambuja.

Conforme o secretário estadual de Cultura, Athayde Nery, o governo está pensando em atividades para a região e atrair cada vez mais turistas. “É importante desenvolver atividades como pesca e solte e turismo de contemplação, principalmente na piracema, período em que a pesca fica proibida”.

Segundo o presidente da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Nelson Cintra, o governo já entrou em contato com as empresas de aviação para discutir nova linhas regionais, principalmente para o Pantanal e Bonito.

Jovem de 18 anos sai pulando muros do bairro São Bento para fugir de atirador
Um jovem de 18 anos foi encontrado escondido em uma residência do bairro São Bento, em Sidrolândia, a 71 quilômetros de Campo Grande, após fugir de u...
Passo do Piraju deve receber posto de saúde e energia, determina Justiça
O MPF-MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) conseguiu na Justiça que a União fosse condenada a construir um posto de saúde e instalar...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions